Secretárias estudam parceria institucional

luisaedeboraNo início desta semana, a secretária municipal da Criança e Assistência Social, Deborah Baesse, reuniu-se com a titular da Secretaria de Estado de Direitos Humanos (Sedihc), Luiza Oliveira. Além de estreitar a parceria entre as duas instâncias – municipal e estadual – em prol da melhor efetivação de políticas públicas para setores vulneráveis da sociedade, o encontro teve o objetivo de informar a nova gestora municipal sobre ações conjuntas anteriormente desenvolvidas.

“Entendemos que é preciso trabalhar de mãos dadas com todos os entes que atuam na execução da política da assistência, por isso viemos estreitar essa parceria. E, já que o Estado tem papel de monitorar a atuação dos municípios, viemos, também, para levantar quais são as pendências que a Semcas tem. Faz parte do diagnóstico. Vamos saber quais as questões que precisamos dar encaminhamento para não deixar nada parar”, explicou Deborah Baesse.

A parceria entre as duas secretarias reforçará, no primeiro momento, as políticas na área de proteção especial. “Há muitas possibilidades para a articulação. Mas, tanto eu, quanto a secretária Luiza, identificamos que a proteção especial é uma área realmente prioritária. Então, durante a reunião, discutimos questões como abrigos, reordenação dos serviços, atendimentos à população em situação de rua e usuários de substâncias psicoativas e o papel dos Cras e Creas”, elencou a titular da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas).

Durante o encontro, ficou acordado que para resolver o problema de população de rua, um dos mais graves enfrentados em São Luís, as duas pastas, em conjunto, irão acionar o sistema de justiça maranhense – promotorias, defensorias e Ministério Público.

“Quando estamos tratando da assistência social, temos que transversalizar nossos serviços de monitoramento, de acompanhamento, de capacitação e de implementação de um sistema social eficiente, que tenha um atendimento resolutivo. O fortalecimento do vínculo entre Estado e Município é bom para a população”, declarou Luiza Oliveira.

O encontro resultou em uma agenda comum entre a equipe técnica das duas secretarias. “A partir de agora, estaremos com uma agenda combinada, discutida, avaliada, para implementação dos pontos mais importantes”, ressaltou a secretária de Direitos Humanos.

Também estiveram presentes à reunião, a secretária adjunta de Proteção Especial da Semcas, Andrea Ewerton, e técnicos do órgão municipal e da Sedihc.

Seja o primeiro à comentar em "Secretárias estudam parceria institucional"