A meta é o título, garante Patrícia Chuca

chucaA temporada de 2013 promete ser especial à equipe do Maranhão Basquete. A equipe maranhense estreia na Liga de Basquete Feminino (LBF) no próximo dia 27 de janeiro quando receberá o Sport-PE no Ginásio Castelinho. E a expectativa do time maranhense é a melhor possível para fazer uma campanha ainda melhor do que a do ano passado, quando o MB terminou na sexta posição no torneio nacional.

Para que o sonho do título se torne realidade, o Maranhão Basquete se reforçou. A ala Iziane, uma das remanescentes da equipe do ano passado, terá ao seu lado jogadoras de qualidade técnica invejável no cenário nacional e internacional. E um dos reforços que devem fazer muita diferença a favor do MB dentro de quadra deverá ser a ala Patrícia Chuca.

Chuca, que estava na equipe de Ourinhos-SP em 2012, quando a equipe paulista ficou com o vice-campeonato na LBF, está confiante com o desempenho de sua nova equipe. A ala do Maranhão Basquete elogia o trabalho de preparação física que está sendo desenvolvido para que o time chegue bem à competição.

“Os treinos estão bastante intensos porque a gente está buscando ter uma parte física mais coesa. Então, estamos fazendo para estar dando certo, para que a gente atinja o objetivo que é de chegar à final e chegar bem. Ir para cima dos times e fazer um grande basquete”, destacou.

Para a ala, a qualidade e a dedicação das atletas do Maranhão Basquete durante os treinos estão sendo fundamentais nesta fase de preparação. Chuca garante que o MB vai em busca do título da LBF.

“A gente sempre quer mais tempo para estar trabalhando mais e para ter tempo para fazer tudo preparado, com desenvolvimento. O tempo de preparação é curto, mas a gente está se dedicando e acho que isso é importante. E quando você joga mais tempo com alguma jogadora facilita o jogo. Acredito que a gente pode levar vantagem nisso e, com certeza, vamos fazer isso para estar buscando o titulo inédito para o Maranhão Basquete”, declarou a ala.

Na Liga de Basquete Feminino do ano passado, Chuca foi fundamental na campanha de Ourinhos-SP. Com média de 35,2 minutos em por jogo, a ala do Maranhão Basquete acredita que a experiência das jogadoras do time maranhense poderá fazer a diferença.

“A experiência é fundamental em muitas coisas. A gente consegue controlar o jogo. Não deixar aquele jogo muito arriscado com perda de bola. Acho que a experiência conta. Arremessos precisos, busca por uma melhor bola. Acredito muito nisso e vamos fazer de tudo para dar certo”, finalizou.

Seja o primeiro à comentar em "A meta é o título, garante Patrícia Chuca"