Campanha arrecada três toneladas de alimentos

3956Alimentos_arrecadado

A campanha de doação de alimentos e itens de limpeza para o Hospital Municipal Djalma Marques (Socorrão I) chegou ao fim com bons resultados. De caráter excepcional, emergencial, voluntária e temporária, em dois dias de mobilização, a ação arrecadou cerca de três toneladas de alimentos.

A campanha e auxílio da população de São Luís ajudaram a amenizar o grave problema da falta de insumos básicos enfrentado na unidade de saúde, problema herdado da administração anterior, por conta do encerramento e não renovação dos contratos de fornecimento de alimentos e insumos da Secretaria Municipal de Saúde (Semus).

A campanha encerra-se com o volume arrecadado suficiente para suprir a falta de mantimentos nesse momento crítico. A Prefeitura de São Luís, por meio da direção do Socorrão I, aproveita para agradecer a solidariedade de todos aqueles contribuíram para que a unidade de saúde pudesse proporcionar atendimento de qualidade e melhorar a vida da população de nossa cidade.

Banco de alimentos

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Segurança Alimentar (Semsa), está abastecendo o seu Banco de Alimentos. A primeira remessa já conta com seis toneladas de produtos não-perecíveis, fruto de parceria com a Associação Maranhense de Supermercados (Amasp).

Os alimentos são destinados a atender às necessidades de pessoas em vulnerabilidade alimentar e nutricional, assim como entidades sociais. O Banco de Alimentos é permanente e tem como finalidade combater a insegurança alimentar e complementar a alimentação dos atendidos pelas instituições beneficiadas.

5 comentários para "Campanha arrecada três toneladas de alimentos"

  • Macabeu

    Independente de ser obrigação do governo, da burocracia, se tem recursos ou não, de ser culpa do corrupto ou ladrão do dinheiro publico, o Povo atendeu o pedido do Diretor do Socorrão. Se fosse os ricos que estiverse lá a imprensa marron aplaudia, como é só pobre, os escriba amilhados cairam de pau condenando a atitude do Diretor. O Povo não quer saber disso não, atendeu, ninguém vai morrer de fome por isto. Para os jornalistas e blogueiro jubilado, que tem a inglória tarefa de defender governo corrupto, tá ir, bonito pra cara de voces!. Quem quiser que use a carapuça

  • Paulo Cohama

    Eu não fiz a doação e nem faria, se existisse Ministério Público e Justiça aqui no Maranhão, já tinham penhorado todos os bens dos ladrões do dinheiro público que estavam na gestão municipal passada, com isso a venda desses bens, serveria para comprar alimentos e materiais para o nosocômio denominado socorrão 1. Enquanto isso, o senhor João Castelo está em um luxuoso apartamento no Rio de Janeiro, tirando sarro de nós contribuintes.

  • NEGUINHO DO JARDIM DA PAZ

    MACabeu, TU SAIU DA TOCA AGORA, NÃO CONHECE ESSA “SEVERGONHICE” DESSA POLITICAGEM SUJA DO MARANHÃO, FOI ASSIM QUANDO O JOÃO CASTELO ASSUMIU, PASSOU DOIS ANOS RECLAMANDO DO JACKSON, AS FINANÇAS E TAL…, O JACKSON PASSOU DOIS ANOS RECLAMANDO DO TADEU, ROMBO AQUI, E O CAIXA COM MILHÕES… ESSA ZUADA É SÓ FALAÇÃO PRA ENGANAR OS BESTAS, DINHEIRO TEM.
    E ASSIM CAMINHA ESSA POLITICAGEM NOJENTA DAQUI. AGORA O HOLANDA VAI PASSAR DOIS ANOS RECLAMANDO DO CASTELO, NÃO TEM DINHEIRO, ROMBO…, E GUARDANDO DINHEIRO PRA TRABALHAR OS DOIS ÚLTIMO ANOS DO MANDATO PRA SE ELEGER. SÓ QUE O POVO NÃO ENGOLE MAIS ISSO, TALVEZ SÓ TU MACABEU…

  • Adriana

    O q acho engraçado é q o diretor tinha soluçaão mãgica para tudo e vivia criticando a gestão passada. Tirava foto do corredor, diga-se de passagem, menos conturbado do q está atualmente. Não adianta filar desfilando com engenheiros pelo hospital. Estude um pouco mais e peça para o prefeito repassar mensalmente a contrapartida para o sustento do Socorão. Lembre-se tb que, atualmente, embora o senhor não admita, é melhor está em sintonia com Dr. Ricardo Murad.

  • Macabeu

    NEGUINHO DO JARDIN DA PAZ, Deixa eu te explicar, se tú não entender, eu desenho pra vc depois: A ídole do Povo brasileiro, particulamente o Maranhense é humanitária, benevolente. Independente da sacanagem dos politicos, se tem dinheiro ou não o Povo se precisar ajuda, é isso que eu quiz dizer, entenda!. Os politicos, não meta essa raça neste ato dos bons e honesto; que os politicos fiquem pra lá com suas conciência suja, nos quintos do inferno está bom, entendeu NEGUIN.