Maranhão Basquete

maranhaobasquete

O Maranhão Basquete deu início aos trabalhos físicos visando a disputa da Liga de Basquete Feminino (LBF), que para o time maranhense começará no dia 27 deste mês diante do Sport-PE, no Ginásio Castelinho, em São Luís. Após se apresentarem na terça-feira (8), as atletas do MB já foram direto para a Academia Estação Saúde para começarem os testes físicos acompanhadas de perto pelo fisioterapeuta Murilo Dias e pelo preparador físico Fabiano Furtado, ambos integrantes da comissão técnica do time maranhense. Outra sessão de testes foi realizada na quarta-feira (9) no Laboratório de Fisiologia da Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

Neste primeiro momento, foi feito um levantamento sobre as condições físicas de cada atleta individualmente. As jogadoras do Maranhão Basquete passaram por diversos tipos de testes que avaliaram o condicionamento físico, o esforço, o valgismo do joelho, entre outros aspectos. Todos os dados das atletas do MB serão úteis para que a comissão técnica possa estabelecer trabalhos físicos e de prevenção individual para cada jogadora.

“A importância destes testes é para que nós consigamos fazer uma triagem da parte física, de lesões ou de algum tipo de desconforto das atletas. A partir disso, temos como fazer um trabalho para melhorar o condicionamento físico das atletas, além de um trabalho preventivo de lesões”, explicou o fisioterapeuta do MB, Murilo Dias.

Dias mostrou-se satisfeito com os resultados dos primeiros testes das jogadoras do Maranhão Basquete. Segundo o fisioterapeuta, as atletas deverão atingir o auge do condicionamento físico com a sequência dos jogos.

“Temos um grupo homogêneo. O tempo de preparação é curto, mas o nosso papel é condicionar as atletas para o jogo de estreia respeitando as condições de cada atleta. Para o jogo contra o Sport-PE, atingir o auge do condicionamento físico é impossível. O certo mesmo é que nós vamos crescer durante a competição. Esse é o objetivo”, analisou Murilo.

A dupla Murilo Dias e Fabiano Furtado está mais uma vez junta no Maranhão Basquete. Na temporada passada, os dois, que são maranhenses, também comandaram a parte de fisioterapia e preparação física do MB, onde desempenharam um trabalho elogiado pelas atletas e pela comissão técnica.

2 comentários para "Maranhão Basquete"

  • Silvia

    Tomara que Iziane não apronte como fez na Seleção Brasileira até ficar fora da Olimpíada.

  • NETO CARLOS

    Maranhão basquete, esse não vai a lugar algum, só migué, ainda dizem que não tem a participação do governo nesse negócio, conversa pra boi dormir, alguém me aponte uma empresa ou empresas no nosso Estado que banquem um esporte sem tradição e público no Maranhão, coitado do Sampaio que as duras penas conquistou recentemente um Brasileiro pior com um jogo no fiado e ainda sem nenhuma ajuda ou participação do Governo. Sergio Frota que agora te vez e voz que fique atento para as promessas caôs caôs.