Teresa decreta situação de emergência em Coroatá

coroata

A prefeita Teresa Murad (PMDB) decretou situação de emergência nesta quinta-feira (3) no município de Coroatá, devido à total desorganização administrativa e financeira em que ela recebeu a prefeitura. Os prédios públicos municipais estão depredados, móveis, equipamentos e documentos não foram encontrados, o Hospital Geral Municipal foi desativado e os serviços de limpeza paralisados.

O Decreto 02/2013 leva em consideração a total falta de material de expediente e combustível para automóveis necessários para o funcionamento dos órgãos municipais; o 0estado de abandono em que se encontra o município nas áreas de limpeza e iluminação pública; que os imóveis onde funcionam a prefeitura, os postos de saúde e escolas municipais encontram-se sem a mínima condição de funcionamento, comprometendo a s0egurança dos funcionários, pacientes e alunos; e a completa paralisação do HGM, por falta de condições de funcionamento.

Também motivaram a decretação da emergência a ausência de qualquer documento referente à contabilidade do Município e a inexistência de inventário patrimonial e registros de servidores efetivos, comissionados ou contratados, impossibilitando a elaboração da folha de pagamento mensal. Até HDs dos computadores foram levados dos órgãos municipais.

Pelo Decreto, ficam dispensados de licitação os contratos de prestação de serviços e aquisição de bens necessários às atividades que visem retomar a normalidade admin0istrativa e financeira do Município, pelo prazo de 90 dias, prorrogáveis por igual período.

Em outro decreto, a prefeita determinou a realização de imediata e completa auditoria contábil e financeira na folha de pessoal e em todas as contas da Prefeitura de Coroatá, de todas as secretarias municipais e de todos os órgãos da administração indireta já extintos: o Hospital Geral do Município, o Fundo Municipal para o Remédio Popular, o Instituto Municipal do Meio Ambiente e o Sistema de Abastecimento de Água e Esgoto do Município (SAAE).

“Encontramos a cidade em estado de abandono, não recebemos informações oficiais necessárias ao bom andamento da administração e precisamos dar respostas imediatas à população. Já iniciamos um mutirão de limpeza das ruas de Coroatá e vamos tomar todas as providências cabíveis para restabelecer todos os serviços públicos municipais”,declarou Teresa Murad.

Para limpar a cidade, que estava tomada por lixões, estão sendo utilizadas 10 caçambas comuns e três truncadas, três pás carregadeiras e dois caminhões, operados por 40 homens. Paralelamente, 96 garis trabalham na varrição das ruas, em todos os bairros de Coroatá.

4 comentários para "Teresa decreta situação de emergência em Coroatá"

  • Paulo da Cohama

    Esse negócio de decretação de emergência é um mau começo para gestor público, pois se ele concorreu a eleição, já deveria saber dos desafios que iria encontrar, essa decretação é uma das formas de não se exigir licitação, que aí no meu ver é começo do dinheiro público ir para o ralo. É preciso que os legisladores mudem a Lei, onde o prefeito eleito, assuma 20 dias depois das eleições e que casos como esses, que acontencem em vários municípios poderiam nãser evitados, sob pena do gestor público que perdeu a eleição possa ser responsabilizado por omissão, pelo fato ação insana dele, possa trazer prejuízos à população, comprometendo sua segurança e pondo em risco obras, bens, serviços,

  • Antonio Mendes

    Deus proteja Coroatá.

    COMENTÁRIO MODERADO

  • Kelsiano

    Luis , fez muito por Coroata , fico triste nosso interior ser dominando pela familia Murad juntamente com a Sarney , meu preto nosso estado do Maranhão so nascendno de novo e na europa , pois desse jeito noa iremos mudar nunca , veja so em quem o maranhense vota :
    1- Cafeteira
    2- Castelo
    3- Roseana
    4- João Alberto
    5- Sergio Frota ( Voto do Cabresto ) Torcedor Analfabeto Tricolor
    6-Othelino Neto
    7- Everton Rocha .. ( So a Nata )
    Essa é a cabeça do maranhense…
    merece sermos os mais pobres mesmo…

    Nação Montense é a resistencia

  • Paulo da Cohama

    Kelsiano eu acho que mais analfabeto é você que escreveu só asneiras no seu comentário. Veja o significado de voto do cabresto: O voto de cabresto é um sistema tradicional de controle de poder político através do abuso de autoridade, compra de votos ou utilização da máquina pública. É um mecanismo muito recorrente nos rincões mais pobres do Brasil como característica do coronelismo. Você entendeu ? o Sérgio Frota foi eleito por uma parcela de torcedores maranhenses, não só do Sampaio, pelo fato de ter feito algo pelo sociedade, por meio do esporte e outra coisa ele não saiu em porta em porta corrompendo ou coagindo as pessoas para votar nele e São Luis, não é uma cidade tão pobre assim não, se não vejamos: o Produto Interno Bruto (PIB) São Luís-MA é 24,5% da região Nordeste, de acordo com dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) referentes às riquezas geradas pelos municípios brasileiros em 2011. Com um PIB de R$ 11,2 bilhões em 2011, ante a soma de R$ 10,3 bilhões registradas em 2010, São Luís ocupa a 14ª posição entre as capitais e a 28ª no país. Ah tem mais muitas pessoas que eu conheço que também votaram no Sérgio Frota têm graduação e pós graduação, então meu caro eu entendo a tua frustração pelo fato do teu time Moto Club está na situação atual. Não tenho procuração para defender o vereador, porém essa é minha opinião.