Viva Nota

Trinchão garante que não vai atropelar a Lei para acelarar a liberação de recursos do Viva Nota

Os clubes de futebol que não contem com o dinheiro do Viva Nota por pelo menos mais 30 a 40 dias. Ao contrário do que afirmaram os dirigentes da FMF antes do início da Copa União, os clubes terão que esperar um pouco mais.

Voltei a conversar hoje com o secretário de Fazenda, Cláudio Trinchão sobre a assinatura do novo convênio com os clubes de futebol por meio da Federação Maranhense de Futebol (FMF) que mais uma vez se mostrou decepcionado com a postura de dirigentes de futebol que tem atribuído à Sefaz, o momento de dificuldade pelo qual passam os clubes. “Nós compreendemos a dificuldades dos clubes, mas não posso aceitar que o atraso de calendário ou a situação financeira dos clubes seja culpa nossa. A Sefaz não está dificultando nada. Essa ajuda é importante, mas eles não podem achar que só teremos futebol aqui se tiver o Viva Nota. Você sabe que antes não era assim e agora querem atribuir à Sefaz essa situação”, afirmou.

Trichão voltou a reafirmar que não atropelará nenhuma etapa para acelerar a assinatura do convênio. “Podem fazer o que quiser, dizer o que quiser, mas não vou pular nenhuma etapa e vou seguir rigorosamente o que manda a Lei até finalizar todo o processo. Tenho ouvido muitas entrevistas de dirigentes de clubes e críticas nos blogs quanto à liberação dos recursos e quero dizer que não vamos atropelar nada e passar por cima da Lei”, explicou.

O secretário de Fazenda explicou que recebeu a documentação da FMF e encaminhou tudo para a Procuradoria. “Estamos cumprindo todos os prazos. Você nos ligou há 15 dias e disse que alguns requisitos ainda terão que ser cumpridos. Se tudo for aprovado pela Procuradoria, ainda teremos a licitação que correrá dos mesmos moldes das licitações que o Estado realiza, daí este prazo de 30 a 40 dias”, disse.

12 comentários para "Viva Nota"

  • lago

    Está certíssimo o Secretário, tem que ser assim mesmo. Dinheiro público é coisa séria!

    Não podemos admitir que o Sr. Presidente da Federação saia como vítima…A INCOMPETÊNCIA DELE em atrair patrocinadores para as competições da federação deve ser atribuída a ele e não ao Governo

    O futebol deve andar por suas próprias pernas…se o time acha que não tem condição de participar pela falta de dinheiro do viva nota…ENTÃO FECHE AS PORTAS…NÃO ASSINE COMPROMISSOS QUE NAO PODEM CUMPRIR…se no final restar apenas 4 ou 3 equipes para disputar que assim seja.

    esses times amadores, de prefeitura, sem estrutra…só servem para manchar ainda mais o medíocre futebol maranhense!!!

  • Ronaldo

    Em primeiro lugar o Governo não deveria dar dinheiro para time de futebol porque tem escolas, hospitais e segurança pública para fazer e em segundo lugar está certo o secretário em não atropelar a lei para apenar dar dinheiro para time profissional.

  • Francisco Gaglianone

    Parabéns ao Secretário, é isso mesmo, não se deve dar dinheiro a clube de futebol profissional, eles precisam encontrar uma fórmula para tornar os clubes autosuficientes e perenes, e não ficar todo ano mendigando ajuda do governo. E o mais impressionante disso tudo e que a FMF alardea aos quatro cantos que criou um Insituto a exemplo daquele que foi criado pelos clubes, uma tal de AMA clubes, que tem por unica e exclusiva finalidade servir de atravessador de recursos públicos para clubes de futebol inadimplentes com duas obrigações com o INSS e FGTS. Presta atençao Procuradoria!!!

    • José Carlos Lobato Oliveira NAQUEANO

      Francisco Gaglionone. Concordo contigo em gênero, número e grau. Os times têm que ser autossuficientes, criativos tem que aproximar a torcisa do clube. Mas, falando especificamente do MAC… tu sabia que os torcedores nem podem ficar sócios? Cara, nunca vi isso na minha vida, já até perguntei essa história/fazer uma matéria para o ZECA SOARES, mas ele nunca me respondi e MUITO MENOS FAZ UMA MATÉRIA EM CIMA DISSO, acho que ele tem medo DOS CARDEAIS, ALIÁS DOS DITADORES DO MAC, só pode. Cara em pleno ano de 2012 o clube não tem SITE(UM CANAL DE COMUNICAÇÃO INDISPENSÁVEL PARA QUALQUER EMPRESA)? O time tá com uma nova camisa e não tá sendo vendida na sede, mas nas lojas já têm e pela lógica é que a SILKER, fornedora do material, repasse um percentual para o clube, mas vai ver que eles(a diretoria nem fiscaliza)Um amigo meu foi comprar na sede, e não tem nem previsão de quando vai ter, acho que nem vão vender na verdade. Essa diretoria é culpada do futebol estar assim, não tem criatividade, tem que tirar o dinheiro do bolso mesmo, não estampam na camisa a marca de suas empresas? então, não reclamem!!!!!!!!!!!!!Francisco Gaglione, se tu souber de algo dessa história de não poder ficar sócio…

  • PEDRO boliviano

    Quer dizer que para bumba meu boi pode o Estado Financiar e dar apoio de milhões de reais aos grupos foclóricos.?
    Ora, assim como a Cultura, o Desporto também é direito social, sendo elencado no Capítulo Título VIII – Da Ordem Social, Capítulo III, da Educação, da Cultura e do Desporto, da CF, esta usada como parâmetro para a nossa Constituição Estadual, em obediência ao princípio da simetria.
    O apoio do estado é bem vindo e deve ser incentivado, sob pena do nosso futebol cair no esquecimento, tendo que aturar masi e mais pequenos maranhenses com camisas de times de fora.
    Não me venham come essa demagogia de falta de recursos, pois quando o Estado quer, ações são realizadas.

    • lago

      bumba meu boi, grupos folclóricos e entidades dem fins lucrativos só podem receber verba pública após 2 ou 3 anos de fundação e elas tem o NOME LIMPO NA PRAÇA….
      Coisas que os times de futebol não tem, jamis serão!!!

      • CESAR FMF

        tudo bem sr. Lago, até oncordo, porque além disso Bumba Boie se vê de assiste, sem pagar ingresso, mais e o Raly, o que o sr. tem a dizer?

  • Leonardo

    CHAMA O MINISTÉRIO PÚBLICO PARA VER O QUE ESTÁ ACONTECENDO.

  • Santos

    Com a AMACLUBES deu tudo certo, mas o Presidente da Federação foi tomar a frente, deu nisso. Ao menos eu vejo assim.

  • lago

    Zeca eu to pensando aqui, na verdade a intenção do viva nota sempre foi de dá um gás EXTRA para os clubes, um plus e não bancar totalmente…ocorre que oi tiro saiu pela culatra…os clubes caíram no equívoco de colocar o viva nota como dinheiro único e primordial para suas existências…SEM QUERER O GOVERNO ACABOU FAZENDO UM DESFACOR AO FUTEBOL….
    PELO QUE CONHEÇO A GOVERNADORA ELA NÃO ESTÁ GOSTANDO DESSA CHANTAGEM TODA QUE OS CLUBES ESTÃO FAZENDO…O CERTO ERA ELA E O TRICHÃO DAR LOGO UM PONTO FINAL NESSA HIST´ROAI DE VIVA NOTA…PAROU, ACABOU, NÃO VAI TER MAIS…QUEM QUISER FAZER FUTEBOL QUE FAÇA POR SUAS PRÓPRIAS PERNAS…COMO SEMPRE FOI…O ESTADO JÁ AJUDOU MUITO REFORMANDO O CASTELÃO!!!!
    CHEGA DE VIVA NOTA ESSA AJUNTO JÁ DEU…ACABE LOGO COM ISSO GOVERNADORA!!!

  • Paulo da Cohama

    Tá certo os moralistas do dinheiro público, como essas pessoas como: Francisco Gaglione e Lago, deveriam também se posicionarem contra o dinheiro do Estado doado para Beija-Flor do RJ, Bumba meu boi,carnaval local e do interior, Raly dos Sertões, etc. É sabido que pessoas como vocês dois não gostam dos clubes locai, más sim de clubes da televisão. vocês dizem que os clubes têm que serem autossuficientes, porém eu duvido que os senhores vão a campo, pagando ingressos.

    • lago

      paulo meu amigo…fui e sou contra todos esses patrocinios que o sr. citou…na época sempre critiquei…
      Eu tanto valorizo o futebol local que sou um motense apaixonado que vou em todos os jogos do moto, TODOS, e pago ingresso em todos…se voce quiser posso te mostrar pois guardo todos…não critique quem vc não conhece…
      quanto a ser moralista com dinheiro público eu sou sim e serei sempre…não sei você mas sei quanto custa pagar imposto de renda, icms, ipva, iptu etc…todos os anos o e não ver isso sendo aplicado de forma correta em saúde e educação…
      paulo cohama relaxe…reflita e voce verá que estou certo…abraço.