Histórias de Mimica

Ex-vendedor de suquinhos, zagueiro Mimica relambra suas histórias no Castelão

O Globoesporte.com mostra hoje uma história muito comovente numa reportagem de Bruno Alves que conta a história do zagueiro Mimica. De vendedor de suquinhos no Castelão,o zagueiro é atualmente um dos destaques na campanha no Campeonato Brasileiro Série D. Mimica retornou ao Castelão e contou um pouco da sua história. Emocionate mesmo.

Aos nove anos, Mimica começou a trabalhar como ambulante no Castelão, vendendo suquinho e laranja. Da antiga arquibancada, hoje todo o estádio está com cadeiras, viu o gol do título de 1997 marcado por Marcelo Baron e lembra que já vigiou até o Monza do atacante Adãozinho.

“Sou boliviano desde criança. Sempre vinha assistir os jogos aqui trabalhando, vendendo suquinho e laranja. Vi o gol do Baron da arquibancada e me lembro que uma vez vigiei o Monza do Adãozinho. Hoje Deus me deu essa oportunidade de estar aqui no Sampaio e agora é dar o meu melhor”, contou.

Leia a reportagem completa

5 comentários para "Histórias de Mimica"

  • José Carlos Pereira Martins

    Essa será mais uma página escrita na sua vida. A primeira, como você bem disse, foi quando ainda criança trabalhava e ao mesmo tempo se deleitava como os belíssimos gols de Marcelo Baron em 1997 e viu com alegria o seu Tricolor de Aço ser Campeão Brasileiro da Série C. Esta outra página do livro ” Histórias do Mimica ” você será o grande astro vestindo o Manto Tricolor e dando de presente a esta grande torcida não só o acesso a Série C, más o titulo tão esperado da Série D. O Universo Tricolor, como nos chama o nosso eterno presidente Pedro Vasconcelos, o glorificará de maneira insofismável nesse grande feito. Confiamos em todo o elenco e no final faremos a festa com Pedro Bom de Bola, Manoel Ribeiro e o presidente licenciado no lançamento de mais uma página escrita no Livro de sua Vida. Você é vencedor Mimica!!!

  • Motense

    Esses torcedores do Sampaio estão cheio de oba, oba e já ganhou eu digo que vem o Remo aí pela frente para acabar com esta festinha de vocês e eu vou morrer de rir da cara de choro de vocês que torcem para essa coisa tricolor.

  • Junior Ferreira

    O mimica é um vencedor e merecedor do status que hoje ocupa, merece ir muito mais longe, é um atleta de verdade e fora de campo um homem de carater, DEUS te abençoe MIMICA

  • Flavio Henrique S Barros

    eu lendo essa história do MIMICA relembro a história do meu PAI que mesmo com várias dificuldades que enfretou durante sua infância sempre foi HONESTO E TRABALHADOR deste pequeno,fez tudo isso que vc MIMICA relatou nesta reportagem e consequiu lograr êxito em sua VIDA e de pessoas como vc e vários outras pessoas que tem tudo para serem BANDIDOS,REVOLTADOS e etc…tem tudo a sua volta conspirando ao contrário e consequem fazer diferente e mudar a sua história!!parabéns MIMICA e saudações tricolores!!!!é de exemplos como esses que precisamos SEQUI e ADMIRAR e passar aos nossos FILHOS E NETOS!!

  • Paulo Bolivão

    Motense além de invejosos, tú és ainda analfabeto, digo isso porque você não sabe interpretar o tema sobre o jogador, apenas se relata aqui a infância de um jogador que era pobre e que por meio do futebol, ele conseguiu vencer a pobreza e a marginalidade, deixa de ser burro, vá a campo ajudar o teu clube que está precisando da torcida, larga o Sampaio de mão.