Fórum reúne secretários de Esporte e Lazer

O secretário de Esporte e Lazer, Joaquim Haickel particia hoje, às 10h, no Palácio Araguaia, sede do governo de Tocantins, em Palmas, do Fórum Nacional dos Secretários e Gestores Estaduais de Esporte e Lazer.

A abertura do evento será feita pelo ministro dos Esportes, Aldo Rabelo que, pela primeira vez se reúne com todos os secretários de Esporte e Lazer do país. O objetivo do Fórum é discutir políticas públicas para o esporte e a juventude, além de fomentar discussões sobre os programas desenvolvidos nos estados brasileiros.

Joaquim Haickel que é vice-presidente Fórum Nacional dos Secretários disse que a expectativa é a melhor possível. “Vamos apresentar algumas reivindicações no sentido de fortalezer ações das secretarias e também solicitar que os Estados sejam ouvidos nas ações que venham ser desenvolvidas pelo Ministério dos Esportes”, adiantou Koaquim Haickel.

O secretário de Esporte e Lazer disse que para o Maranhão vai reinvidicar a participação do Ministério dos Esportes no projeto “Pintando Cidadania” que prevê a implantação de pequenas fábricas de materiais esportivos em áreas consideradas de risco. “Inicialmente serão seis fábricas, sendo três em São Luís e mais três nos municípios de São José de Ribamar, Raposa e Paço do Lumiar”, afirmou.

6 comentários para "Fórum reúne secretários de Esporte e Lazer"

  • Prof. Sandow Feques

    Oi Zeca Soares.
    Absurdo. pela primeira vez o ministério do esporte reúne os secretários de esporte do nosso pais, e mais absurdo ainda e dizer que vão discutir política publica do desporto brasileiro. Que política publica e esta? E lamentável.

    • Zeca Soares

      Você sempre com esse tom de professoral absoluto. Disse que é a primeira vez que o atual ministro reúne os secretários. Leia direito, amigo.

  • Prof. Sandow Feques

    Oi Zeca.
    Li direitinho sua reportagem e me reportei ao ministério e não ao atual ministro. Não tenho esse tal tom professoral absoluto que você se referiu, não tenho essa vaidade. Tenho conchecimento nesse assunto e a coragem de discordar publicamente das ações voltadas para o desporto nacional. Faz tempo, muito tempo mesmo que pedíamos esse encontro, desde o tempo de Agnelo Queiroz. Nunca fomos atendidos, o pais tinha um ministério de esporte, onde não ouvia os estados. Queríamos esses encontro para juntos contruirmos a tal politica publica, nosso pais nunca em sua história se definiu em relação ao desporto e lazer. Por isso minha lamentação amigo, como avaliar, discutir uma coisa que não existe. Você não concorda.

    • Zeca Soares

      Então, não faz menor sentido o comentário anterior. Se você diz que queria o encontro ele ocorreu agora no Tocantins. Sobre a política para o esporte acho que já melhorou muito no país e que estamos caminhando. Não é nel de longe o que gostaríamos que fosse, mas existe sim muita coisa mudando e não é apenas no esporte.

  • Jean Moreira Duarte

    Tudo bem que o secretário participe de seminários e congressos, porém precisamos saber quando vamos acabar com os picaretas do esporte do maranhão. O último golpe foi a mentira do tal biguá que disse ao secretário que estava mandando uma seleção fantástica para participar do brasileiro no Rio, só que ele não informou ainda para o secretário o tamanho do couro que nossa seleção levou e mais uma vez a vergonha com o nome do estado. Esse Sandow Feques é só teoria quando botam ele para treinar qualquer time apanha mais do que galinha pra largar o choco. Essa turma tem é que trabalhar e parar de falar besteira.
    Vou continuar atento
    JAGUATIRICA

    • Zeca Soares

      Como funcionário da Sedel e coordenador dos JEMs, o Sandow Feques deveria levar essas insatisfações e angústias para discussão com o Joaquim Haickel que parece ser uma pessoa aberta ao diálogo.