Sobre Décio Sá

Por Fábio Câmara

Décio Sá – Muito mais que: “Apenas um rapaz latino-americano sem dinheiro no banco, sem parentes importantes e vindo do interior”.

Esses versos cantados por Belchior foram usados pelo meu amigo, irmão e compadre, Décio Sá, para descreverem de modo bastante resumido o seu próprio perfil no blog mais acessado do maranhão.

O nosso estado e a nossa cidade se habituou a ver as bombásticas notícias e as contundentes revelações que, diariamente eram apresentadas com profissionalismo, fundamentação e coragem por ele que foi, seguramente, o melhor e o maior repórter investigativo maranhense – Décio Sá.

O nosso Maranhão e a nossa São Luís amanheceram hoje, um pouco mais desprovidos de visão e de voz. Na noite de ontem – 23 de abril, pistoleiros frios e cruéis, calaram uma voz que sempre bradou em nome da verdade e da justiça; executores e mandantes covardes fizeram fechar os olhos de quem enxergava, como ninguém, o que alguém de conduta escusa se esforçava para manter longe das vistas de quase todos.

Mataram Décio Sá, porém, jamais finalizarão a sua luta!

Escrever essas palavras nessa manhã está sendo extremamente difícil para mim. Décio era muito mais que um amigo. Décio foi um irmão que eu perdi e a dor da perda é muito grande. Eram 22:22h. quando o meu telefone tocou. Era meu compadre Décio me convidando para comermos juntos uma caranguejada na Litorânea. Prontamente aceitei e fui vestir-me para, em seguida, ir ao seu encontro. Poucos minutos após, um amigo comum me liga dizendo que algo estranho havia acontecido. Enquanto esse amigo comum falava com Décio ao celular, alguns estampidos foram ouvidos e a ligação cessou. A retomada do contato não se restabeleceu e, daí em diante, um temor do pior e uma tristeza motivada pelo medo do pior se apossou de mim. E foi com profundo pesar que rumei o mais rápido possível para a Litorânea para ali encontrar o meu irmão morto.

Assassinado num crime de encomenda, Décio foi vítima de uma realidade que ele mesmo combatia no exercício corajoso da profissão abraçada com paixão.

Uma esposa grávida e uma filha pequena constituem a 1ª família diretamente afetada. Uma 2ª família, porém, foi diretamente ferida de morte. Toda a livre imprensa maranhense e ludovicense estão hoje de luto e sob ameaça. A segurança institucional do nosso Estado precisa dar uma resposta imediata e contundente a essa prática tão retrógrada quanto execrável. A coragem de Décio precisa encontrar eco na nossa sociedade e se multiplicar. Toda a nossa população; toda a imprensa maranhense e todas as autoridades constituídas precisam se irmanar somando esforços para chegarmos aos mandantes e aos executores desse crime bárbaro. Vamos usar o próprio blog do Décio e todosos blogs do estado para cobrarmos os resultados necessários.

Vá em paz, Décio Sá, meu irmão! Nós,por aqui, continuaremos a sua guerra.

2 comentários para "Sobre Décio Sá"

  • Gilberto

    o crime banalizou pelo menos em São Luiz esta dando a entender que banalizou, porque em menos de 24 horas após o odioso assassinato do Décio como se fosse um deboche é morto quase ou da mesma maneira, um outro cidadão outro trabalhador, e aí oh da justiça como fica, será que a partir de agora cada cidadão contra a lei ou não terá que usar um revolver no coldre, será que São Luís, vai virar agora uma das antigas cidades do faroeste americano quando os banqueiros e os fazendeiros os ricos contratavam pistoleiros para eliminar seus inimigos, já que desde 2011 vem acontecendo este tipo de crime, ou seja as rivalidades não mais resolvidas em tribunais, a justiça está sendo feita na bala, ou então nós teremos que inventar uma máquina do tempo para trazermos para cá o trio de ouro Defensores da Lei: Wyatt Earp, Doc Holliday e Bat Masterson, porque estes não faziam graça para bandidagem. É meu amigo a coisa tá preta, matar no Maranhão, está muito fácil. Como tenho saudade da época do Governo João Alberto, porque querer é poder, lembro da época quando existia no trecho Maiobão/Cidade Operária um enviado do Diabo chamado cibinha, foi procurado e achado, agora encontra-se com certeza mexendo carvão para seu irmão de maldade no inferno que é lugar de bandidos , eu era um adolescente mais confesso que ao saber na época que o capeta tinha voltado para seu lugar de origem, me sentir aliviado e não teve direitos desumanos, pra traze-lo de volta, O Maranhão é um Estado inseguro, vem aí o São João, quantas mortes teremos? ficou tão "normal" matar que ninguém procura saber em época de festas, se foi crime de encomenda ou crime só por ser crime e vão todos para pqp ou seja para a estatística perguntam; e a policia? meu irmão essa não pode fazer absolutamente nada, porque se deixasse para ela resolver eles os pistoleiros, os bandidos, já teriam viajado para o inferno de onde vieram. A Coisa atá preta, mais uma vez eu pergunto e aí oh da justiça, como nós simples cidadãos, que não podemos, mais discutir com alguém, não podemos dever dinheiro, não esquecer de pagar contas, porque se isso vier acontecer lá vem bala, e faremos parte de estatística. C H E G A.

  • LEO CARVALHO

    CONCRDO COM A REVOLTA DEMONSTRADA PELO GILBERTO, ATÉ PORQUE FAZEMOS PARTE DE UMA GERAÇÃO ONDE PRA NÓS ESSE TIPO DE CRIME NÃO EXISTIA MAIS, QUERÍAMOS DEIXAR PARA NOSSOS DESCENDENTES UMA HERANÇA DE PAZ E SEGURANÇA MAIS PELO QU ESTAMOS VENDO ISTO ESTÁ LONGE, LONGE NÃO ESTÁ IMPOSSIVEL DE ACONTECER, QUERO LEMBRAR QUE ANTES DAS PASSAGENS DOS. GOVERNO JACKSON LAGO COMO NO MARANHÃO, HAVIA SIM SEGURANÇA, MAS LEMBRO TAMBÉM QUE A SECRETARIA DE SEGURANÇA DIZIA QUE A MIRANTE NA ÉPOCA QUERIA CAUSAR PÂNICO À POPULAÇÃO, QUANDO EM SEUS PROGRAMA D JORNALISMO ERAM MOSTRADA OS ESTAO DE VIOLENCIA QUE ESTÁVAMOS VIVENDO NA É POCA, RESULTADO TAÍ A VIOLENCIA QUE PELO QUE ESTOU VENOO NAO TEM GOVERNO QUE VAI ACABAR, PORQUE A VIOLENCIA ATUAL NO MARANHÃO, FOI TIPO UMA DOENÇA GRAVE, QUE QUANDO DESCOBRTA NO INCIO E NÃO É TRATADA ELA GENERALIZA ELEVA O DOENTE A MORTE, SE VOCES PRCEBEREM APÓS A LIMPEZA FEITA PELA POLICIA DO RIO DEJANEIRO NAS FAVELAS (MESMA LIMPEZA DEVERIA SER FEITA AQUI NO MARANHÃO) AQUI COMEÇOU, EXPLOSÕES DE CAIXAS ELETRÔNICOS, ASSALTO A LOTERIAS, BANCOS, LOJAS, ARROMBAMENTO DE CASAS E TODO TIPDE CRIME INCLUSIVE VOLTA DA PISTOLAGEM, PODE ATÉ SER COINCIDENCIA, MAIS DAR ENTENDER QUE OS BANDIDOS PENSARAM "VAMOS PARA O MARANHÃO, LÁ VAMOS NOS DAR BEM PORQUE LÁ TAMBÉM TEM, PAGODE, PRAIA, LÁ É O RIO DE JANEIRO DO NORDESTE", MAIS CABE SIM A JUSTIÇA, DAR FORÇA A PM, E A POLICIA CIVIL E MOSTRAR A ESSES BANDIDOS QUE AUI NÃO É O ÉDEM DA BANDIDAGEM. DIZER QUE FOI LAMENTAVEL O DESAPARECIMENTO VIOLENTO DO DÉCIO, É POUCO, QUE PELO MENOS SIRVA PARA DAR ÂNIMO A QUEM MANDA NA SEGURANÇA DO ESTADO PARA TOMAREM MEDIDAS ENÉRGICAS CONTRA A BANDIDAGEM QUE SE INSTALOU AQUI E QUE MANDEM SE F….ESSSE FDP DOS DIREITOS DESEUMANOS COMO CHAMA O GILBERTO, QUE PROTEGE BANDIDOS, TÔ COM VOCE GILBERTO TÔ REVOLTADO IRMÃO.