Gastão Vieira preside reunião do Conselho de Turismo

O ministro do Turismo, Gastão Vieira, presidiu nesta quinta-feira (15), em Brasilia, a 34ª reunião do Conselho Nacional de Turismo (CNT). Ele convocou os representantes das entidades a trabalharem junto com o ministério em propostas para desonerar a cadeia produtiva do turismo como forma de aumentar a competitividade do setor.

”Precisamos receber novas demandas e informações sobre as necessidades do setor para retomarmos a pauta da desoneração”, disse o ministro. Segundo ele, é prioridade tratar das questões que contribuam com os esforços do governo federal para o enfrentamento da crise econômica mundial. As diretrizes que permitirão essa sinergia estão sendo incorporadas ao Plano Nacional de Turismo (PNT) 2012/15.

“Estamos fazendo ajustes para que o plano incorpore as políticas do governo, que está criando instrumentos para se proteger da crise como a redução da taxa de juros, maior controle fiscal de despesas e outras medidas para promover a inclusão social”, afirma o ministro. Ele aponta a formação profissional, voltada para melhorar a qualidade do atendimento ao turista, como um dos grandes desafios do turismo.

Durante a reunião, foi apresentada a portaria que prorroga o início da implantação do Sistema Nacional de Registro de Hóspedes (SNRHos) para junho de 2012. Foram apresentadas também informações sobre o andamento do projeto do Plano Nacional de Turismo.

Participaram da reunião, o presidente da Embratur, Flávio Dino, o secretário-executivo do MTur, Valdir Simão, os secretários nacional de Políticas de Turismo, Bel Mesquita, o de Programas de Desenvolvimento do Turismo, Fábio Mota Rios, e representantes das 71 entidades que compõem o CNT.

2 comentários para "Gastão Vieira preside reunião do Conselho de Turismo"

  • Paulo Bolivão

    Flávio Dino e Gastão Vieira entendem tanto de turismo quanto o Senhor Ricardo Murad entende de saúde.

  • Hamilton Pereira Santos

    Caro Zeca Soares,
    Se for verdade que os deputados estaduais receberam essa propina é a mais pura das aberrações do legislativo do Estado do Maranhão. Veja o porque estou escrevendo esse repúdio. Sou professor a 31 anos na UEMA (Curso de Medicina Veterinária), título de Doutor, defendido na UFRPE com nota máxima. Hoje meu salário é podado, pois recebo acima da governadora R$1.325,00 a mais. Dessa forma estou devolvendo valores aos cofres do estado. De repente rebenta uma bomba dessas de deputados receberem propinas, Homens e mulheres que se dizem representantes do povo, com salários acima do meu, não posso ficar mudo. Não só salários mas, passagens aéreas para qualquer parte do Brasil e do exterior, diárias, melhores planos de saúde,ect. Hoje faço um desafio aos Srs. deputados, vamos colocar nos partos da justiça, quem colabora mais para o Estado do Maranhão, este humilde professor ou eles. Hoje posso dizer que a maioria dos colegas profissionais Médicos Veterinários envolvidos no Programa de Febre Aftosa, Brucelose e Tuberculose e outras doenças de notificação compussória no Maranhão, esses colegas passaram pelas mãos deste humilde professor. Pergunto agora a qualquer Deputado, que me apresentem um projeto sustentável que tenha contribuido para tirar o Estado do Maranhão na situação que se encontra(Educação, Saúde, etc para mim é um engodo).
    Este humilde professor tem orientado alunos com potenciais acima da média, vejam a ultima reunião do PIBIC (FAPEMA), na apresentação de projetos científicos, onde estão alocados os melhores alunos da produção científica e por quem estão sendo orientados. Pergunto? Apareceu algum deputado neste evento?
    Este é meu REPÚDIO