Igor Lago nega pagamento de viagem de Carlos Lupi

A presidente Dilma Rousseff vai aguardar novas explicações de Carlos Lupi, no Congresso, para decidir o futuro dele no Ministério do Trabalho. Colegas do partido de Lupi agora contradizem a versão do ministro sobre a viagem oficial ao Maranhão. Assista à reportagem do Jornal Nacional.

O ministro começou o dia em uma reunião com a presidente Dilma Rousseff. Foi tentar justificar a denúncia de que viajou em um avião particular providenciado pelo empresário Adair Meira. Ele comanda ONGs, com ao Fundação Pró-Cerrado, que recebe recursos do Ministério. Meira diz que conhece sim o ministro. E que viajaram juntos em 2009, em um avião modelo King Air.

Na quinta-feira (10), na Câmara, Carlos Lupi declarou que não tem nenhuma relação com Adair Meira e que nunca viajou em avião dele. Em nota oficial do Ministério, divulgada no sábado (12), alegou que a viagem ao Maranhão foi para cumprir agendas oficiais e partidárias e que os deslocamentos foram em avião Sêneca, de responsabilidade do diretório regional do PDT. A oposição cobrou explicações.

“Ele mentiu no Congresso Nacional, ele mentiu para a Presidente da República. Já está provado que ele usou esse avião, tem a fotografia, tem filmagem. O dono da ONG já disse que o conhece e emprestou o avião. Não tem mais como ele ficar no cargo”, disse o senador Demóstenes Torres (DEM-GO), líder do partido.

Na foto publicada pelo site Grajaú de Fato, do interior do Maranhão, Lupi aparece descendo do avião King Air. E em um vídeo que a revista Veja publicou em sua página na internet, Lupi e Meira estão perto do avião.

O presidente do diretório estadual do PDT-MA, Igor Lago, negou que tenha pago as despesas de viagem. “Não consta nenhum pagamento para transporte aéreo correspondente a qualquer viagem realizada durante o ano de 2009.

O ministro vai ao Senado nesta quinta-feira (16). Segundo o presidente em exercício do PDT, o ministro não cometeu nenhum crime. “Não houve mentira. O ministro Lupi reconhecidamente voou nesse King Air, e como tal vai esclarecer o motivo dessa nota ter saído com a negativa de que ele não teria voado”, afirmou o deputado André Figueiredo (PDT-CE), presidente interino do partido.

Ezequiel Nascimento, ex-assessor de Lupi, que participou da viagem, disse a colegas de partido que o ministro pediu que ele arrumasse um avião mais confortável. Foi quando Ezequiel ligou para Adair Meira, que providenciou o avião para o ministro. A comitiva percorreu, com o avião, os municípios de Imperatriz, Grajaú e Timon. E durante todo esse trajeto, o ministro Lupi esteve acompanhado por Adair Meira.

Carlos Lupi também foi convocado para depor na Câmara, mas sem data marcada. A assessoria do ministro não comentou o caso.

Uma resposta para "Igor Lago nega pagamento de viagem de Carlos Lupi"

  • James

    Agora como içou ainda mais para o ministro