Deputado do PDT quer afastamento de Carlos Lupi

O deputado federal Reguffe (PDT-DF) defendeu o afastamento de seu colega de partido Carlos Lupi do Ministério do Trabalho diante das acusações de cobrança de propina em troca de contratos da pasta com organizações não-governamentais (ONGs). Segundo Reguffe, as denúncias de corrupção são graves, mas Lupi é quem deve decidir se fica no cargo. Indagado se o ministro deveria ser afastado de suas funções, o deputado respondeu: “Penso que seria inteligente ele agir assim”.


Reguffe, o deputado federal Miro Teixeira (PDT-RJ) e o senador Pedro Taques (PDT-MT) entregaram nesta terça-feira um pedido de investigação à Procuradoria Geral da República (PGR) para que o órgão apure irregularidades envolvendo programas do ministério, reveladas por VEJA. A cúpula do PDT está reunida nesta terça-feira na sede do partido em Brasília para decidir o futuro do ministro.

Entre as quarenta pessoas que participam da reunião do PDT está o deputado federal Weverton Rocha (PDT-MA). De acordo com a reportagem de VEJA, ele era um dos responsáveis por fixar os valores da propina que deveriam ser pagos por entidades em troca de contratos com a pasta. Lupi, que participa da reunião, concederá uma entrevista coletiva depois do encontro. O ministro conversou sobre o caso com a presidente Dilma Rousseff na segunda-feira no Palácio do Planalto.

Revista Veja

Uma resposta para "Deputado do PDT quer afastamento de Carlos Lupi"

  • Luís Carlos

    Zeca,

    Quando é que o Ministério Público vai fazer alguma coisa com esse Weverton Rocha pela destruição do Costa Rodrigues e da obra do Castelão. Só no Costa Rodrigues foram mais de R$ 5 milhões que desapareceram. Ninguém fala disso e o Ministério Público não faz nada nada e o Governo também fica calado e aceita essa situação.

    RESPOSTA: LUÍS CARLOS, NÃO FAÇO A MENOR IDEIA.