Na posse, Aldo diz ter ‘consciência de limitações’

O novo ministro do Esporte, Aldo Rebelo, disse nesta segunda-feira (31), durante cerimônia de sua posse no cargo, que o antecessor Orlando Silva “mais que inocente” é “vítima”. “Talvez mais que inocente, talvez o senhor seja vítima das consequências da luta social e política”, discursou Aldo Rebelo ao defender Silva.

Durante seu discurso, Aldo Rebelo citou a trajetória de militante de Orlando Silva e disse que ele tem o espírito de “defender a democracia” e “amar o país”.

Aldo afirmou ainda que “é uma honra e uma grande responsabilidade” assumir o Ministério do Esporte. “Aceito esse desafio com a consciência das minhas limitações”, discursou Aldo Rebelo, sem especificar quais seriam as limitações.

O novo ministro também elogiou programas sociais do Ministério do Esporte, como o Segundo Tempo, alvo de denúncias de desvio de recursos em convênios com organizações não governamentais (ONGs). “Há no Ministério do Esporte programas sociais de elevada abrangência, elogiados internacionalmente.”

Copa e Olimpíadas

Rebelo lembrou que tem à frente o “desafio” de preparar o Brasil para sediar as Olimpíadas de 2016 e a Copa do Mundo de 2014. “O Brasil se depara com dois desafios, as Olimpíadas de 2016, o mais antigo certame esportivo do mundo, que veio da antiga Grécia e que hoje é uma grande festa. […] e a Copa do Mundo”, disse.

Como exemplo da importância da competição, o novo ministro lembrou que, enquanto a Organização das Nações Unidas (ONU) ainda não reconheceu o Estado Palestino, a Federação Internacional de Futebol (Fifa) já admite a participação da seleção palestina em campeonatos mundiais de futebol.

“A Copa do Mundo é organizada por uma instituição com mais filiados que a ONU. Enquanto a ONU ainda não reconheceu a Palestina, a Fifa já reconheceu a Palestina”, destacou Rebelo.

G1

2 comentários para "Na posse, Aldo diz ter ‘consciência de limitações’"

  • Alex

    Sarney é um político muito importante para a admistração da presidente DIlma olha ele aí na foto.

  • Gildásio

    Zeca,

    Eu entendo que mesmo com a mudança no Ministério do Esporte com a saída de Orlando Silva e a chegada de Aldo Rebelo, as investigações para as denúncias feitas pelo PM precisam continuar. O que você acha?

    Abraço,

    Gildásio

    RESPOSTA: NÃO TENHO A MENOR DÚVIDA. ATÉ PARA QUE SE POSSA SABER SE O EX-MINISTRO É CULPADO OU INOCENTE.