Os dois vices: Washington Oliveira e José Alencar

A origem econômica e social do dois é parecida: ambos de família humilde.

Ao longo das suas vidas, porém, diferenças significativas: um foi um empresário bem sucedido e outro um militante de organizações da esquerda revolucionária brasileira.

Passaram os tempos e a vida, e os dois viraram “vice”: um vice-presidente da República do Brasil e o outro vice-governador do Maranhão.

Falo de José Alencar e Washington Oliveira, o primeiro falecido em março deste ano, o segundo, mais vivo do que nunca e atual governador, em exercício, do nosso estado.

Washington Oliveira é um vice que qualquer governador gostaria de ter: leal, honesto, justo, articulado, companheiro e sempre disposto ajudar.

Tal como o saudoso vice-presidente da era Lula, Oliveira é tranquilo e de total confiança da titular do cargo, no caso a governadora Roseana Sarney.

É bem verdade que os petistas, até por serem petistas, insistem que o Washington Oliveira seja mais “brigão”, mais ousado na defesa dos espaços do partido no governo.

Em algumas circunstâncias os companheiros têm até razão, pois José Alencar sempre dizia o que pensava sobre o governo Lula, mas sempre no intuito de contribuir, de avançar, principalmente na sua luta contra as altas taxas de juros. Às vezes falta essa determinação no caso do nosso vice-governador petista.

Contudo, ainda que muito parecidos no que diz as suas atribuições e responsabilidades institucionais, José Alencar e Washington Oliveira têm estilos diferentes.

O fato é que o vice-governador do Maranhão tem desempenhado a sua função com muita competência e dignidade. Conta com o respeito de todos os secretários do governo, gestores de órgãos e autarquias, além da maioria da bancada de deputados estaduais e federais.

Nesse sentido, Washington Oliveira vai se credenciando para ser um dos nomes que futuramente pode dá voos mais altos na política maranhense, pois tem demonstrado que, além de homem de partido, é também um líder de grupo, que sabe exatamente o seu papel político atual e o que poderá representar no futuro.

São suas características pessoais, políticas e institucionais é que fazem de Washington Oliveira o nosso José Alencar.

Blog do Robert Lobato

3 comentários para "Os dois vices: Washington Oliveira e José Alencar"

  • Léa

    Muito interessante a comparação dos dois vicer, mas convenhamos o velhinho era muito carismático e falta mais simpatia ao vice-governador, mas ele parece uma pessoa boa também.

  • Joao Alberto Feques

    Caramba!”!!!! Q!ue comparação infeliz!!!!Uma das piores coisas que ja li. CREDO.

  • Fábio

    Zeca, para mim o seu blog é o melhor do MA, mas por favor não divulge esse puxasaquismo desse Lobato. Washington é um NADA e ponto final.

    Abraços