Depois do caldo derramado…

A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Maranhão aprovou, na manhã desta terça-feira (25), o requerimento nº 434/11, de autoria do deputado Bira do Pindaré (PT), para que a Comissão de Meio Ambiente da Casa realize uma vistoria no santuário ecológico do Sítio do Rangedor a fim de verificar in loco as denúncias de danos ambientais que estariam ocorrendo no local, notadamente a nascente do Rio Calhau.

Na área do Rangedor ainda existe um foco de mata intocada e a nascente do Rio Calhau, altamente ameaçada de destruição por atitudes inconsequentes dos devastadores.

O Sítio Rangedor, apesar das inúmeras agressões sofridas, ainda preserva uma matriz de fauna e flora dentro da cidade de São Luís. A vistoria pode ajudar a detectar focos de agressões e criar um instrumento de preservação da área.

“Eu acho importante que esta Assembleia aprove essa vistoria e que a Comissão de Meio Ambiente possa nos trazer aqui uma informação oficial do que realmente existe em matéria de proteção ambiental, em matéria de meio ambiente aqui no Sítio Rangedor”, considerou Bira.

Esta semana, recebi informações dando conta da criação de uma comissão que teria sido criada pela Secretaria Municipal de Urbanismo prepara alterações na Lei de Zoneamento que podem incluir aumento de gabarito nos bairros do Calhau e Olho D’Água, e liberação de atividades que estão proibidas nas zonas residenciais.

Essa mudança deve relacionar-se, inclusive, com o fato de estarem destruindo toda a área 2 do Sítio Rangedor para construir condomínios residenciais, arrasando áreas de preservação permanente, como as nascentes do rio Calhau e uma floresta nativa viva com riqueza imensa de fauna e flora.

Verdadeiramente acho que é tarde demais. E explico: a construção da nova sede da Assembleia Legislativa, no santuário ecológico do Sítio do Rangedor é sem dúvida alguma um dos maiores exemplos de agressão ao meio ambiente em São Luís.

Logo, logo, novas construções serão feitas no Sítio Rangedor. Não tenho a menor dúvida quanto a isso.

2 comentários para "Depois do caldo derramado…"

  • Diana

    Perfeito Zeca, o maior crime a Assembléia Legislativa cometeu. Parabéns pela´sua lucidez e imparcialidade.

  • DIANA SERRA

    INFELIZMENTE ZECA É SOMENTE ISSO QUE SOMOS OBRIGADOS A DESCER GOELA ABAIXO, A INCONSEQUENTE E IMPUNE DESTRUIÇÃO DO NOSSO MEIO AMBIENTE E AINDA QUEREM NOS FAZER ACREDITAR QUE A VIA SERÁ EXPRESSA QUANDO SERÁ VIA SHOPPING PARA SATISFAZER A AMBIÇÃO DE ALGUNS E CERTAMENTE AUMENTARÁ COM A CONSTRUÇÃO DE CONDOMÍNIOS AO REDOR.
    POR QUE NÃO CONSTRUIR ÁREAS DE LAZER COMO JARDIM ZOOBOTÂNICO NO LUGAR DE AVENIDAS PARA INTERLIGAR SHOPPINGS?
    POR QUE EM VEZ DE AVENIDA NÃO CONSTROEM PONTES SUSPENSAS NO LOCAL SEM A DESTRUIÇÃO DA VEGETAÇÃO?
    PORQUE OS INTERESSES IMOBILIÁRIOS SÃO MAIORES.
    POR QUE NÃO CONSTROEM METRÔS DE SUPERFÍCIES PARA DESAFOGAR O TRÂNSITO SEGUINDO O EXEMPLO DO METRÔ DA TURQUIA QUE FICA NOS CANTEIROS CENTRAIS E CORTA O PAÍS DE NORTE A SUL,
    DE NADA ADIANTA COMISSÃO DISSO OU DAQUILO, SE ELAS SÃO FORMADAS PARA UMA FALSA REPARAÇÃO E NÃO PARA PREVENÇÃO, ATÉ PARECEM PROPOSITAIS.
    O QUE ACONTECEU COM A DEVASTAÇÃO DOS PALMEIRAIS QUE DERAM LUGAR AOS CONDOMÍNIOS DO BARRAMAR? E A CONSTRUÇÃO DA ASSEMBLÉIA? E OS PRÉDIOS DA PONTA DA AREIA?
    ASSIM SERÁ CONTINUAMENTE.
    POR QUE NÃO EMBARGAM A VIA SHOPPING?
    ME POUPEM DE TANTA HIPOCRISIA.