Virou notícia no Bom Dia Brasil

Em São Luís, uma jovem de 19 anos abriu fogo contra vizinhos. Ela usava a arma do pai, um oficial da Polícia Militar. A reportagem de Sidney Pereira foi ao ar hoje cedo, no Bom Dia Brasil, na TV Globo.

As quatro pessoas feridas, entre elas uma criança de 1 ano e nove meses, foram internadas em um hospital em São Luís. Segundo relatos de testemunhas, havia uma comemoração na rua pelo Dia das Crianças.

O capitão Pires, da Polícia Militar, voltava para casa e tentou acabar com a festa. Os vizinhos não gostaram. Começou uma briga e, na confusão, a filha do PM Adriana dos Santos, de 25 anos, pegou a arma do pai e fez vários disparos.

“A filha dele, vendo aquela situação de o pai sendo agredido, pegou a arma dele e efetuou disparos contra as pessoas que estavam próximas”, contou o coronel Antônio Vieira, da Polícia Militar do Maranhão.

“Saí correndo, de repente meu filho estava estirado”, disse uma moradora. “A menina que estava na minha frente levou um estilhaço no pescoço”, contou outra moradora.

A Polícia Militar teve de proteger a casa do capitão diante das ameaças de linchamento. A filha do policial foi detida no começo da noite. O capitão vai ficar detido em uma ala destinada a oficiais no quartel da PM em São Luís. Segundo o comando, se ficar provado que ele também atirou nos vizinhos, ele vai responder por tentativa de homicídio.

A filha do capitão vai responder por tentativa de homicídio. Duas pessoas continuam internadas.

7 comentários para "Virou notícia no Bom Dia Brasil"

  • Luzia

    Vi essa reportagem no Bom Dia Brasil é um absurdo o que aconteceu é preciso que a Polícia seja exemplar isso não pode ficar como se nada tivesse acontecido. Como é que eles ainda vão convicer assim como vizinhos?

  • Riba

    Que história triste essa no Dia das Crianças em que mundo estamos vivendo hein gente!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Francisco

    Uma irresponsabilidade dessa e acaba sobrando para uma criança inocente.

    Que Deus conforte a família do garoto.

  • Lulo

    Os responsáveis terão que responder pelo crime que cometeram.

  • flavio

    ´pe preciso analizar a situação mais pelos relatos ouve exagero de ambas as partes o resultado foi uma criança que acabou pagando o pato!!tomará que ela se recuperer!!!!!

  • ANINHA

    ZECA, SOU MORADORA DESSA RUA,E SEMPRE TEM ALGUEM COMO ESSE PIRES E ESSE DIEGO COMO TAMBEM ESSE SR. PEDRO, BANDO DE ARRUACEIROS, IRRESPONSAVEIS, QUE FICAM SE DEGLADIANDO,TIRANDO A PAZ DE UMA RUA INTEIRA QUE ESTAVA APENAS ORGANIZANDO UMA FESTA DE COMEMORAÇÃO, NÃO SOU CONTRA E NEM A FAVOR E CADEIA NESSE PEDRO E DIEGO E EXPULSAO DESSE CAPITÃO PIRES,E ESSA MOÇA APENAS ESTAVA DEFEDENDO ESSE PAI, QUE ESTAVAM MATANDO ELE, ACREDITO EU QUE EM MOMENTO DE DESESPERO ELE AGIU EM PLENA DEFESA E ACABOU NESSA TRAGEDIA, AGORA CABE A POLICIA APURAR OS FATOS, AFINAL SÃO TODOS CULPADOS.

  • heleno braga

    É engraçado como ainda existe pessoas medíocres como essa tal ai de aninha.
    aninha vai te catar, você não tem noção das coisas. você é um “animal irracional”.
    essa bandida que atirou nas pessoas sem se preocupar com a vida delas deve
    apodrecer na cadeia,filha de bandido, bandida é. Pois pra um cara que bagunça
    uma brincadeira de criança, atirando é um louco estúpido. Vai ver esse policial
    já é acostumado fazer isso. Não vou generalizar, mas a maioria desses policiais
    se acham e muitos se dão mal, pois pensam que são os dono do mundo.
    Queremos essa assassina na cadeia e o pai também,
    independente da situação não se age dessa forma, viu aninha imbecil.

    “cadeia nesses bandidos”
    É tentativa de morte e não foi só em uma pessoa e sim em uma multidão que ela atirou
    acertando uma criança, meu Deus onde estamos.
    Tanto ele como ela tinha que pegar uma pisa e de quebra banhar com sal grosso.
    Zeca é revoltante como as coisas acontece neste pais, já nos acostumamos com a violência
    pra nós é normal, se pararmos pra analisarmos veremos como vivemos em uma sociedade
    cheia de violência. Esse pais é conhecido como o pais da impunidade, temos que mudar isso.
    Me desculpem pelas minhas palavras, mas é revoltante, estou indignado quando assistir a reportagem.