‘Gostaria de ter uma boa ideia a cada dia’, diz Gastão

“Gostaria de ter uma boa ideia a cada dia”. A frase é do ministro do Turismo, Gastão Vieira em entrevista ao jornalista Roberto Fernandes, no programa Ponto Final, na Rádio Mirante AM. Gastão Vieira tomou posse ontem à tarde, em Brasília e logo em seguida esteve reunido com todos os funcionários do Ministério do Turismo.

– Gosto de trabalhar com gente que tem ideia. Gostaria de ter uma boa ideia a cada dia. Amanhecer o dia com alguém me levando uma boa ideia, uma maneira de fazer o Ministério melhorar. Que a auto-estima tem que voltar e que as pessoas tem que se envolver, tem que acreditar e tem por fim de criar um clima favorável para o processo de mudança. Saí da posse direto e fiquei quase três horas com todos os funcionários do Ministério e agora estou indo prá lá para reunir a cúpula do Ministério, diretores, secretários, ouvir o relato do que eles estão fazendo e aí ir tomando a decisão de quem vai sair e quem vai ficar – explicou.

O ministro lamentou o fato de pessoas do Maranhão estarem tentando criar uma imagem negativa da sua pesssoa e adiantou que não decepcionará a ninguém.

– Eu quero lamentar, pessoas do Maranhão que ficam tentando invetar coisas para ver se a grande imprensa foca você de uma forma negativa, foca o Ministério de uma forma negativa. Eu vou trabalhar. Eu não cheguei ao Ministério por ter ido buscar, nem por nada. Eu construí uma história que no momento de crise essa história foi vista, essa história reconhecida. Eu vou continuar. O homem é escravo da sua história e eu sou escravo do meu comportamento, da minha maneira de ser, da minha maneira de fazer política não vou me afastar e nem vou decepcionar ninguém. São obstáculos sérios, mas que serão vencidos. Vou me cercar de gente técnica. Estou pedindo que o ministro da CGU indique uma pessoa para cuidar desta parte do Ministério. Secretaria-executiva, estou pedindo ao ministro Guido Mantega que indique um técnico da área da Fazenda ou do Planejamento para ser o meu secretário-executivo. Não tenho necessidade de dizer que vou indicar fulano eu quero é que as coisas funcionem para que eu tenha tempo de pensar, de articular, de fazer que as coisas aconteçam que é a grande expectativa do povo brasileiro – afirmou.

Gastão Vieira falou sobre o que significa o desafio de assumir uma pasta que vinha sendo alvo de denúncias na imprensa.

– A partir de agora eu tenho uma responsabilidade maior. Não era uma questão de medo, era apenas uma questão de ser colhido de surpresa para assumir uma pasta que estava no foco de todos os jornais, para assumir uma responsabilidade como maranhense, como era o meu amigo Pedro Novais e diante da má vontade generalizada que todos teriam pelo fato de ser do Maranhão, de ser do PMDB, de ser ligado a Sarney, tudo isso que você não pode deixar de tornar público que é uma atitude que não ajuda a você ter a paz, a tranquilidade necessária para enfrentar uma imensa tarefa. Eu quis dizer isto de público como eu sou transparente para a presidenta para que ela pudesse avaliar o grau de dificuldade que nós teríamos que enfrentar no nosso trabalho e ao mesmo tempo pedir dela a sua compreensão para que as coisas pudessem funcionar da forma mais adequada – disse.

O ministro afirmou que o seu trabalho começa neste fim de semana e prometeu procurar imediatamente o ministro dos Esportes, Orlando Silva para saber sobre o andamento das obras da Copa do Mundo de 2014.

–  Eu estou saíndo de casa para o Ministério e vou ficar lá o tempo necessário aproveitar hoje e amanhã para me inteirar dos problemas internos, tomar as atitudes que precisam ser tomadas. Fazer as trocas que precisam ser feitas. Me atualizar com relação ao problemas do Ministério, segunda-feira começar a tratar das coisas públicas, das coisas que são os desafios. Buscar o Ministério dos Esportes, saber do ministro Orlando Silva como as coisas estão indo na preparação da Copa do Mundo, isso é muito importante – finalizou.

Foto: Roberto Stuckert Filho

Seja o primeiro à comentar em "‘Gostaria de ter uma boa ideia a cada dia’, diz Gastão"