Uma casa que desperta curiosidade em São Luís

É incrível gente!!!!

De frente parece um sobrado normal, desses que costumamos ver pelas ruas de São Luís, mas basta mudar um pouquinho o ângulo de visão para termos uma surpresa. O sobradinho de tão estreito pode até ser considerado a menor casa do mundo.

O sobrado fica na Areinha, próximo à Funac.  Na parte superior da casa tem um quarto e um banheiro e no térreo funciona uma borracharia. Para subir, o proprietário usa uma escadaria que fica do lado de fora do imóvel.

É impressionante mesmo!!!! E vale à pena conhecer.

(Foto: Simone Gratz)

10 comentários para "Uma casa que desperta curiosidade em São Luís"

  • Alexandre Rocha

    Meu Deus, tu acha cada coisa!
    Ele dorme em pé? Lá não cabe uma cama!
    Parabéns, Jornalista é isso, sempre atento!

    RESPOSTA: BACANA ISSO. O BLOG TEM ESTE OBJETIVO. OBRIGADO.

  • Carolina

    Zeca,
    Eu sempre que passo por lá fico observando essa casa e tentando imaginar como o morador faz pra dormir lá!

  • fernando correa

    isto é uma borracharia… ja fui la varias vezes…

  • Tímon.

    Zeca,
    Realmente legal este tipo de matéria. Porém, não me comprazo com esta situação, pois o prédio mais parece um escombro de um vilarejo alemão qualquer da segunda guerra depois de um bombardeio. Seria até aceitável isto se não fosse pelo fato de que representa outro tipo de miséria – a social. De bonito, não tem nada. O que me impressiona não é como ele dorme em pé (provavelmente), mas como nossos políticos conseguem dormir deitados em suas camas e confortavelmente sem se preocuparem com os “lascados” da vida.

  • Ronald TUBAROES

    toda vez que eu passo por essa casa me pergunto se alguem consegue morar ale.
    impressionante.

  • Márcia

    Essa casa já despertou minha curiosidade e de muitos amigos. Eu também, sempre que passo tento imaginar o aperto que é lá dentro.

  • Márcia

    Deve dormir em uma rede, rs

  • José Renato Esteves

    Show de bola Zeca, só um cabra como tu, antenado, poderia descobrir uma parada dessas.
    Grande abraço
    Renato Esteves

    RESPOSTA: OBRIGADO, RENATO.

  • flavio

    ai zeca essa parada aqui no rio já vir pra caramba!!e o pior que uma em cima da outra!!infelismente essa é uma triste realidade de muitas cidades brasileiras!!!

  • Ludimila Rebelo

    Sempre passei lá e tenho a maior curiosidade sobre essa casa! Quando era cirança ficava a mil querendo saber se realmente cabe alguém ali!