Romário recusa bafômetro e perde carteira

O deputado federal e ex-jogador Romário (PSB-RJ) teve a carteira de habilitação apreendida em uma blitz da Operação Lei Seca na madrugada deste domingo (10), na avenida Armando Lombardi, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio.

Segundo a assessoria do governo, Romário se recusou a fazer o teste do bafômetro e, por isso, teve a carteira suspensa por cinco dias e levou uma multa de R$ 957,70. Essa é segunda vez em que Romário se recusa a passar pelo bafômetro em uma blitz da Lei Seca. A primeira ocorreu em março de 2010.

O governo do estado informou ainda que Romário também vai responder a um processo administrativo do Detran.

Ainda segundo o governo, o carro do ex-jogador, da marca Land Rover, não foi rebocado porque foi apresentada documentação regular e um amigo que estava no banco do carona assumiu a direção.

O deputado federal foi parado por volta das 0h, no sentido Recreio dos Bandeirantes, por agentes da Secretaria de Estado de Governo, que conduzia a operação.

O G1 entrou em contato com assessoria do deputado federal e do partido dele, o PSB, e aguarda resposta.

2 comentários para "Romário recusa bafômetro e perde carteira"

  • Raimundo Coelho

    SE FOSSE UM DE NÓS DA POPULAÇÃO NÃO SERIA ASSIM. QUE EXEMPLO RUIM ESSE DO ROMÁRIO, AGORA DEPUTADO QUEM DIRIA.

  • Riba

    Uma piada isso