Justiça mantém preso advogado acusado de pedofilia

O Desembargador Raimundo Melo negou pedido de liminar em habeas corpus para que o advogado e ex-procurador do município de Tuntum, Airton José de Sousa respondesse, em liberdade, à ação penal em que é acusado de ter abusado sexualmente do menor K. S. S.

O advogado e ex-procurador do município de Tuntum foi preso no último dia 24, em um parque infantil, localizado na avenida dos Holandeses.

O habeas corpus foi ajuizado no TJ-MA, contra a decisão da juíza da 11ª Vara Criminal da Comarca de São Luís, Rosária de Fátima Almeida Duarte, que, a pedido da Polícia Civil e em concordância do Ministério Público Estadual (MPE), determinou a prisão de Airton.

Com informações do TJ-MA. (Foto: G. Ferreira)

3 comentários para "Justiça mantém preso advogado acusado de pedofilia"

  • Gildásio Lima

    Este senhor precisa pagar pelo crime grave que cometeu. Não queremos o malo para ele, mas ele precisa pagar pelo mal que fez a criança.

  • Fátima Lobato

    Não era para a Justiça mandar soltar mesmo como faz com todos. Ele tem que pagar por tudo que fez contra essa criança.

  • matheus

    rapaz isso e inadimissivel.
    -com tantas mulheres por ai,infelizmente tem gente que nao gosta da fruta!