Música Brasileira para quem não tem preconceito

“Nem ouro, nem prata”.

A canção de Ruy Maurity com a qual Zeca Baleiro abriu o seu “Bailão”, pela primeira vez em São Luís era um sinal que o cantor e compositor maranhense dava do como seriam as primeiras horas deste domingo: uma noite para quem não tem preconceito musical.

Logo, Zeca Baleiro vem com “Jorge Maravilha”, de Chico Buarque e dispara: “você não gosta de mim, mas sua filha gosta”. “Eu bebo sim”, Velhas Virgens, “Meu erro”, hit dos Paralamas do Sucesso. “Pingos de amor”, de Paulo Diniz. “Zanzibar”, de Armandinho e Fausto Nilo, “Chão da praça”, de Moraes Moreira, “Fogo e paixão”, um dos sucessos de Wando, teve Nando Cordel, Fagner, A Cor do Som, Guilherme Arantes, Raul Seixas… Comprei um quilo de farinha, pra fazer farofa, pra fazer farofa, pra fazer farofa-fá! Tudo isso, num mercadão ao vivo da Música Popular Brasileira.

A noite esquentaria ainda mais com a participação dos convidados. Primeiro Flávia Bittencourt com a bela “Mar de Rosas”, do grupo The Fevers. Chegam os parceiros das primeiras viagens Jeca e Luís Cláudio. Zeca, Flávia e o público se juntam num grande coral para “Boi de Lágrimas”… Coisa de arrepiar!

De repente bate a saudade e Zeca Baleiro, no improviso com Jeca mandou a bela “De Cajari, pra Capital”, de Josias Sobrinho. Maravilhoso!

Não acabou aí não. Teve Odair José e de cara um convite: “vamos fazer dessa noite, a noite mais linda do mundo. Vamos viver nessa noite, a vida inteira num segundo. Felicidade, não existe, o que existe na vida são momentos felizes”.

Tinha razão o astro do brega romântico. Se não foi a noite mais linda do mundo, certamente todos que estiveram na Lagoa jamais esquecerão do passeio delicioso pela MPB que durou 2 horas e meia.

É claro que muita gente foi ao “Baile do Baleiro” para ouvir as canções do Zeca que todos nós já conhecemos, mas isto ficará para um outro show… Ontem, a noite foi para quem gosta de música [que não toca mais no rádio] e não tem qualquer tipo de preconceito. Eu faço parte deste time. Valeu a noite. Foi mesmo um BAILE.

7 comentários para "Música Brasileira para quem não tem preconceito"

  • rita

    disse tudo Zeca, foi maravilhoso mesmo.

  • Francisco Gaglianone

    FALOU TUDO ZECA… FOI MUITO BOM, INCLUSIVE O NOSSO PAPO DESCONTRAÍDO ANTES DO SHOW.

  • Rosa

    Zeca eu nunca imaginei que o Zeca Baleiro tivesse com um show tão bom como ao que ele fez ontem. È claro que eu sei que ele é um dos grandes nomes da Múscia Popular Brasileira, mas o repertório que ele cantou foi demais mesmo e valeu à pena mesmo. Parabéns Zeca Baleiro!

  • Adriano

    EXCELENTE SHOW TOMEI TODAS

  • Cris

    M A R A VI L H O S O Z E C A B A L E I R O

  • Gisele

    MUITO BOM O SHOW MESMO ZECA ESTAVA LÁ E ADOREI. NOTA MILLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL

  • Nina

    Um escândalo, sensacional, brega foi tudo esse show.