Dono do KangooPlay nega prisão, delegado confirma

Em matéria publicada no BLOG, no sábado pela manhã sobre a prisão do ex-procurador do Município de Tuntum, Airton José Sousa, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido pelo juiz da Vara da Infância e Adolescência sob a acusão de abuso sexual, a Polícia informou que a prisão teria ocorrido no parque de diversões KangooPlay, localizado na avenida dos Holandeses

Em nota encaminhada ao BLOG agora à noite, o proprietário do parque, Sr. Orlando Meireles negou que a prisão tenha ocorrido nas dependências do KangooPlay e que o parque de diversões seja propriedade do ex-procurador Airton José Sousa.

Delegado confirma prisão

O delegado Cláudio Mendes, titular do Denarc e que efetuou a prisão do ex-procurador do município de Tuntum, Airton José Sousa confirmou que o mesmo foi preso dentro do parque de diversões KangooPlay. Ele estava em uma das mesas acompanhado da esposa, da filha e de um homem que se identificou como proprietário do estabelecimento.

O delegado contou que o ex-procurador foi conduzido até o Plantão da Baira-Mar em um veículo descaracterizado. A esposa e a filha acompanharam no veículo de propriedade da família.

Veja a nota:

Sr. Zeca Soares,

Para conhecimento de todos os seus leitores e da cidade de São Luis informo que o descrito pelo SSP de São Luís não passa de um extremo equívoco. Informamos que não houve no KangooPlay nenhum fato ao menos parecido, nehuma ocorrência ou prisão foi efetuada em nosso parque de diversão. E muito pelo contrário do que dizem não conheço e nem minha família conhece o suspeito descrito.

Pedimos que Justiça seja feita mas que os fatos sejam publicados com a maior veracidade possível.

O KangooPlay é uma empresa séria e tem como proprietário a minha pessoa.

Saudações,

Orlando Meireles.

* Matéria atualizada em 28/06/2011 às 10h15.

3 comentários para "Dono do KangooPlay nega prisão, delegado confirma"

  • Lucas

    Todos os fatos precisam ser esclarecidos e o preso deve pagar pelo crime que cometeu.

  • Tereza Raquel

    Está mais do que provado que esse homem cometeu o crime e outros como por exemplo o abuso e ou estrupro a gêmeas da mesma cidade desse rapaz “Tumtum”, estão resta saber até quando ele permanecerá preso? Se realmente ele irá pagar por todos os crimes cometidos.

  • Mari

    Agora veremos se há justiça!!!