Flagrante do dia

Desde o início da manhã deste domingo, moradores e motoristas que trafegam pela avenida da Paz, no Parque Shalon se deparam com uma cena lamentável.

Um jumento que estava pelas ruas do bairro foi atropelado e morreu.

Várias reclamações de moradores da área foram feitas para as empresas responsáveis pela limpeza pública em São Luís. Nenhuma providência foi tomada.

Para piorar a situação, um outro animal, provavelmente do mesmo dono continuava solto na rua.

E ainda me aparece o deputado federal, Carlos Brandão (PSDB-MA) para querer tirar animais domésticos e domesticados da proteção da Lei de Crimes Ambientais (lei federal 9.605).

Me compre um jumento… E agora deputado?

Sobre a criação de animais veja o que diz o Código de Postura de São Luís, no seu artigo V

# O animal foi recolhido pelo serviço de limpeza pública exatamente às 20h15

6 comentários para "Flagrante do dia"

  • Marcelo

    Isso e são luis de castelo

  • Francisco

    Nossa cidade não tem prefeito.

  • Diana Serra

    O dito deputado quer que os veterinários integrem o PSF ( Programa de Saúde da Familia), ao mesmo tempo se contradiz ao plagiar o projeto de um outro beócio. Percebe-se que faltou um pouquinho de inteligência no mesmo, ou talvez ele queira que ao integrarem o PSF eles continuem praticando a eutanásia criminosa.
    Cadê o secretário Municipal do Meio Ambiente, que também é do PSDB? Infelizmente esses senhores estão pisando na bola e colocando os representantes do PSDB em saia justa.
    Eu não acredito que o nosso prefeito concorde com esse tipo de atitudes e certamente tomará uma providência com a cúpula do partido, pois as eleiçoes municipais estão próximas.
    Senhor promotor do Meio Ambiente, Dr. Fernando Barreto faça alguma coisa, eu acredito na sua atuação. Não decepcione. Use a sua força como fiscal da Lei para coibir esse crime ambiental e acione judicilmente o tutor desse animal, pois somente com a punição evitaremos a morte desses animais e o risco a vida humana.
    É preciso que se crie urgentemente a Delegacia de Proteção aos Animais para somar forças à delagacia do Meio ambiente que está muito tímida, para também coibir os crimes contra os animais e fazer valer a lei.

  • Diana Serra

    Zeca
    Eu tenho 03 projetos sobre proteção animal prontos para levar para a Assembléia e Câmara
    1. Código Estadual de Proteção aos Animais (Assembléia);
    2. Implantação de Atendimento veterinário a população carente (Câmara);
    3.Controle de Zoonoses e Proteção Animal de São Luis-Ma (Câmara)
    Os dois últimos estou compilando para um só, pois fica melhor para aprovação. O dificil é encontrar um vereador e/ou deputado que abraçe a causa.
    Com esses projetos aprovados ficará mais fácil fazer valer a lei.
    O terceiro cheguei a entregar nas mãos de um vereador que sequer me deu resposta, mas foi um dos que assinou uma determinação junto com outros vereadores para que eu recolhesse todos os animais de rua no CCZ, certamente para eutanasiá-los, quando eu era coordenadora do CCZ, o que jamais faria.
    Quando fui procurá-lo em seu apartamento, no Renascença, para me dar satisfação daquela atitude sequer me recebeu, mas estou aguardando-o na minha casa quando iniciar a campanha política.
    Ainda bem que agora temos um espaço no seu blog para tornar público todas essas atrocidades.

  • Alexandre

    Que vergonha isso Zeca. A cidade está sem comando e sem prefeito. Mais de 12 horas para uma ação.

  • Diana Serra

    Zeca
    Postei no meu blog um apelo ao senhor prefeito, que transcrevo para o seu, para que ele tome uma providência quanto a essas aberraçoes que estão acontecendo.

    UM APELO AO PREFEITO JOÃO CASTELO
    Eu fico muito triste por ter que assistir a uma cena degradante como essa, postada no blog do Zeca Soares, do dia 12/06.

    Exmo sr. prefeito, pelo respeito e pela amizade que tenho pelo senhor reivindico que tome uma providência para coibir esses maus tratos aos nossos animais.

    Tentei fazer um bom trabalho no CCZ, fui impedida por alguns veterinários que nada querem com o trabalho, mas sim eutanasiar os animais, criminosamente.

    O senhor nomeou 08 (oito) veterinários, hoje há 15 (quinze) no CCZ que fazem absolutamente nada em prol dos animais e que, ainda tem como coordenador o vice-presidente do CRMV.

    Quando estive na coordenação do CCZ tentei colocar os veterinários para trabalharem nos postos municipais, para atender a população carente, mas, a maioria se recusou, me boicotaram e ameaçaram o senhor para me afastar do CCZ em plena campanha política, outubro passado e lograram êxito.

    Agora faço um apelo pelos nossos animais, pela nossa população, pela Saúde Pública: coloque esses veterinários para trabalharem nos postos de saúde, não os deixe continuar na ociosidade. Eles não precisam integrar o PSF, apenas realizar atendimento veterinário e trabalho educativo. PSF é para atendimento domiciliar, se eles não querem atender nos postos como atenderão chamado domiciliar de animais?

    São Luis está dividido em 07(sete) distritos sanitários, cada distrito com vários bairros e localidades e 81(oitenta e um) postos de saúde distribuidos nos bairros. Desses, 60 (sessenta) postos poderão ser adaptados para o atendimento veterinário e todos os diretores concordam com mais esse trabalho de Saúde Pública.

    Tenho certeza que o senhor está preocupado com a saúde pública e certamente ouvirá esse apelo que não é só meu, mas de toda a população de São Luís e principalmente dos animais que mesmo não votando, mas os seus tutores votam.

    Coloco a sua disposição o projeto de implantação de atendimento veterinário nos postos de saúde. O ônus será todo do MS, pois há verba para isso. Se não houver correremos atrás.

    Coloco também outro projeto que coibirá esses crimes ambientais na nossa cidade, como o acima publicado.

    Esses projetos senhor prefeito, já existem nas cidades evoluidas, onde os governantes, administradores e representantes se preocupam com o bem estar da população e dos seus animais. Certamente o senhor se sensibilizará com a ideia.

    Tente dissuadir o deputado Carlos Brandão dessa insanidade de levar adiante esse absurdo de suprimir o art. 32 da Lei 9.605/98., para o bem de todos.