Rádios AM poderão migrar para a faixa FM

Objeto de discussão em congressos de Rádio, a expansão da faixa FM pelos canais 5 e 6 de televisão, que visa expandir a o número de canais de Rádio, demonstrou-se tecnicamente viável. Pelo menos essa foi a conclusão do estudo: A extensão da Faixa de FM e a migração da faixa de OM: o quê fazer com os canais 5 e 6 da televisão na era digital, produzido por engenheiros da Superintendência de Serviços de Comunicação de Massa da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações).

A pesquisa foi apresentada esta semana, em Brasília, para radiodifusores e representantes da Abert.

O estudo propõe que as Rádios AM migrem para um canal adjacente na faixa de FM. A justificativa são as crescentes dificuldades enfrentadas pelas emissoras que operam em Onda Média, como o aumento do ruído urbano. “Muitos radiodifusores alegam que o Rádio AM não terá excelente recepção como as FM quando o Rádio for digitalizado”, explica o diretor de Tecnologia da Abert, Ronald Barbosa. Além disso, a expansão no espectro FM seria um caminho para digitalizar o Rádio. “Aqueles que queiram digitalizar seu sinal AM poderão fazê-lo a qualquer tempo”, explica Barbosa.

De acordo com a proposta, a migração das Rádios AM para a faixa FM seria voluntária. “A idéia é utilizar os canais 5 e 6 de televisão que são adjacentes à faixa FM”, explicou Thiago Aguiar Soares, engenheiro da Anatel e um dos autores do estudo. “Utilizamos os mesmos critérios técnicos usados para as faixas FM e conseguimos um plano viável, considerando distâncias mínimas”, explicou.

O estudo considerou as Rádios de Santa Catarina. Mas, de acordo com os engenheiros da Anatel, o projeto piloto pode ser implementado em todos os estados brasileiros.

A extensão da faixa FM será possível com a desocupação de canais de TV. De acordo com o Decreto 5.820, até 2016 os canais com transmissão analógica serão desocupados com a transição do sinal analógico para o digital.

Segundo Soares, os canais 5 e 6 foram escolhidos por serem adjacentes às freqüências de FM e pertencerem à radiodifusão. Segundo o estudo, o espaço aberto nesses canais têm capacidade de criar 57 novos canais de 200 KHz. Isso não significa que os canais serão criados, apenas que é viável, enfatizou.

Proposta

A proposta de utilizar os canais 5 e 6 de TV para aumentar a disponibilidade de canais FM não é uma novidade. Alguns países como Estados Unidos e México já implementam projetos semelhantes. No México, 181 emissoras AM já migraram para faixas FM.

De acordo com Hilton Alexandre da Silva, presidente da AERJ (Associação das Emissoras de Rádio e TV do Estado do Rio de Janeiro), a proposta é uma solução para a digitalização do Rádio. Além disso, é uma alternativa para desafogar o espectro, que está congestionado nos grandes centros urbanos. A transmissão na faixa estendida deve ser toda digital, defende Silva. “Precisamos garantir que o Rádio AM chegue com qualidade aos ouvintes e a solução é a transição para o Rádio digital”, diz. Ele afirma que, assim como ocorre na TV, as Rádios devem funcionar simultaneamente nas duas freqüências durante o período de transição. “As Rádios AM prestam um serviço muito grande, é a voz da comunidade. O Rádio digital só vai avançar quando avançar a questão do Rádio AM”, diz Silva.

No total, 95% das emissoras de Rádio AM têm potência de até 10 kHz. “São emissoras pequenas e locais que sofrem com problemas como as Rádios piratas. Seria um sopro para o Rádio”, acredita.

Fonte: Abert

4 comentários para "Rádios AM poderão migrar para a faixa FM"

  • Neraldo Batista

    Zeca, pois eu como estudioso da eletrônica, vamos perder muito no alcance de sinal pois na faixa de FM o alcance é mais ou menos 100Km e AM é além fronteiras.
    Um Abraço Neraldo

  • Joaquim Aguiar

    VERDADE. A PORTADORA FREQUENCIA QUE LEVA O SINAL É FORTE NO AM , JÁ NA FM O SINAL É MAIS LIMPO . NÃO SERIA O CASO DE ADEQUAR OS TRANSMISSORES AM ELIMINAR RUIDOS ? O SINAL AM ASSIM COMO O RADIO AMADOR SÃO DE LONGOS ALCANCES . QUE OS ESPECIALISTAS ANALISEM E VEJAM O QUE SERIA MELHOR PARA O OUVINTE . PODE-SE GANHAR NO NIVEL DO SINAL MAIS PERDER NO ALCAÇE . OS ESPECIALISTAS SABEM É UMA QUESTÃO DA MODULAÇÃO . SE NÃO ME ENGANO : AM -MODULA POR AMPLITUDE ,FM – MODULA POR FREQUENCIA . ESTE ESTUDO É MUITO BONITO REQUER ATÉ TESTES DE CAMPO . EXISTEM EQUIPAMENTOS QUE MEDEM OS SINAIS ,TIRAM ESTAS DUVIDAS .

  • Hilton Alexandre

    Olá fiquei feliz com os comentários à respeito do AM. É verdade, as ondas médias vão mais longe pela sua propagação, mas entretanto existem situações a esclarecer.
    A ideia é migrar somente em transmissão digital para os canais 5 e 6, as ondas médias continuariam por um periodo a sua transmissão analogica em AM.
    Outro fator é que 95,5% das emissoras em AM no pais operam com potencia de até 10 kw, o que as tornam emissoras locais ou regionais, portanto bem longe das unicas 6 emissoras que possuem 100 kw ou mais, estas sim comcobertura e proteção de sinal nacional.
    temos que ponderar que até as emissoras de AM de grandes potencias estao tendo dificuldades de penetração de seus sinais nos grandes centros.
    O radio tem que caminhar para o digital, e o AM digital NÃO funciona em nenhuma tecnologia existente ( ibiquity ou drm), assim a unica maneira de mantermos num futuro proximo os cerca de 80.000 empregos gerados pelas AMs e a imensurável prestação de serviço delas é a migração para o digital e o unico espaço vago : os canais 5 e 6.
    Convido-os para participarem deste debate no : FACEBOOK “DEBATE ONDAS MEDIAS”
    Abraço
    Hilton ALexandre
    Presidente da AERJ
    Conselheiro da ABERT
    Coordenador do forum nacional do radio AM

  • João Carlos

    A idéia é ótima da migração de AM para FM
    Gostaria se vc sabe alguma de previsão da aprovação autorizando as emissoras interesadas de AM migrar na FM, o interessante que fosse logo e urgente, antes que a radio AM vá a falência, devido os ruídos e interferencia que sofre a emissora AM
    Tens informação se já existe emissora AM migrada em FM no Brasil?

    RESPOSTA: POR ENQUANTO, NO BRASIL NENHUMA.