Santos e Peñarol decidirão título da Libertadores

Foi difícil, suado, mas o Peñarol, tradicional clube uruguaio, conseguiu vaga na final da Taça Libertadores após 24 anos (foi campeão em 1987, na última vez que foi finalista). Jogando no estádio José Amalfitani, em Buenos Aires, o time aurinegro foi derrotado por 2 a 1 pelo Vélez Sarsfield, mas ficou com a vaga por conta do gol fora de casa (vencera o jogo de ida, no Uruguai, por 1 a 0). Mier fez o gol do Peñarol, Tobio e Santiago Silva viraram. O Vélez ainda teve um pênalti, aos 30 do segundo tempo, mas Silva, que é uruguaio, bateu por cima do gol e jogou no lixo a chance de classificação da equipe argentina.

Santos e Peñarol reeditam desta forma a decisão da Libertadores de 1962. Naquela ocasião, o Peixe levou a melhor e se sagrou campeão da competição pela primeira vez. No primeiro jogo, em Montevidéu, vitória santista por 2 a 1. Depois, na Vila Belmiro, triunfo uruguaio por 3 a 2. A decisão foi então para campo neutro, no estádio Monumental de Núñez, em Buenos Aires, e o Santos levou a taça após vencer por 3 a 0.

Por ter feito melhor campanha que o rival na primeira fase, o Peixe terá a vantagem de jogar a segunda partida da grande final dentro de casa. O primeiro jogo está, a princípio, marcado para 15 de junho, em Montevidéu. A volta deve ser dia 22, no Brasil.

Leia mais no Globoesporte.com

Seja o primeiro à comentar em "Santos e Peñarol decidirão título da Libertadores"