Brasil sofre, mas vence a Argentina

Brasil e Argentina voltaram à Arena Domingos Leal, neste domingo (29), para realizar o segundo amistoso entre as equipes. E nada como um dia após o outro. No sábado (28), os brasileiros foram soberanos e derrotaram os argentinos por 7 a 1. No entanto, no segundo duelo, um jogo complicado para os donos da casa. Tanto que, aos 43 segundos de bola rolando, os “hermanos” marcaram 1 a 0 para apreensão da torcida maranhense, que lotou as dependências da Arena Domingos Leal. Mas, para alívio da torcida, o Brasil conseguiu se recuperar e vencer a partida por 3 a 1. Foi o último compromisso da Seleção Brasileira em terras maranhenses que se prepara para as Eliminatórias da Copa do Mundo.

Com o resultado deste domingo, o Brasil encerra sua “temporada” no Maranhão com um saldo bastante positivo. Foram cinco vitórias e apenas uma derrota, contra a Seleção de Raposa.

O jogo

Clássico entre brasileiros e argentinos é sempre um jogo especial. E o segundo confronto do desafio internacional no Maranhão não foi diferente. Quem esperava uma vitória fácil da Seleção Brasileira, mudou logo de ideia. Isso porque, com apenas 43 segundos de jogo, os “Hermanos” mostraram o valor da camisa argentina. Levi roubou a bola e chutou no canto para abrir o placar: 1 a 0.

A Seleção Brasileira não esperava sofrer um gol com menos de um minuto. A surpresa deu lugar ao nervosismo. O Brasil era pouco produtivo e arriscava muitos chutes de longe. Buru, André e Anderson tentaram, mas todos mandaram para fora.

Enquanto o Brasil insistia em chutes de longos, a Argentina era perigosa com Levi. Em uma ótima jogada do camisa 10 argentino, Alessandro fez grande defesa e a bola ainda explodiu no travessão. E o primeiro período terminou com vantagem dos estrangeiros.

Segundo período

O período seguinte começou com a Argentina pressionando. Novamente Levi arriscou e, mais uma vez, Alessandro pulou no canto direito e jogou para escanteio. Foi então que André começou a fazer a diferença para o Brasil.

Na primeira tentativa, o atacante brasileiro tentou de bicicleta, mas a bola foi para fora. No lance seguinte, André acertou o alvo. Ele cobrou falta no ângulo. O goleiro Pollatti pulou somente para aparecer na foto. A bola estufou as redes aos 2min10: 1 a 1.

O gol animou o Brasil que agora jogava com inteligência com toques rápidos. E o gol da virada surgiu dos pés de André. O atacante cruzou de maneira perfeita. Buru subiu mais que o defensor argentino e, com muito estilo, cabeceou no canto aos 10min. Brasil 2 a 1.

Terceiro período

Dona do placar, a Seleção Brasileira ouvia aplausos e gritos de incentivo das arquibancadas. O torcedor pedia mais um gol. Mas a bola teimava em passar perto da meta argentina. Fernando DDI e Buru tentaram, mas quem marcou foi novamente André.

O atacante brasileiro passou da marcação e, com um chute incrível, colocou a bola no canto esquerdo do goleiro. A bola passou rente à trave e entrou para delírio da torcida. Era o gol que faltava para satisfazer os torcedores que lotaram a Arena Domingos Leal: 3 a 1.

Excursão brasileira pelo Maranhão

Brasil 4 (0 pr) x (1 pr) 4 Raposa
Brasil 5 x 3 Paulino Neves
Brasil 7 x 2 São José de Ribamar
Brasil 8 x 1 Morros
Brasil 7 x 1 Argentina
Brasil 3 x 1 Argentina

Texto e fotos: Paulo de Tarso Jr./Imirante Esporte

Seja o primeiro à comentar em "Brasil sofre, mas vence a Argentina"