O que falta???

Quem disse que não temos nada de primeira no futebol maranhense?

Concordo e faço parte daqueles que criticam o modelo falido de gerenciamento dos clubes de futebol e, principalmente da Federação Maranhense de Futebol.

Mas se estamos mal nestes dois aspectos diria que em relação ao MATERIAL HUMANO nunca estivemos tão bem.

Estava fazendo um levantamento sobre os jogadores maranhenses que disputarão o Campeonato Brasileiro nas Séries “A” e “B”. E não são poucos não meus amigos e amigas.

Num rápido levantamento na Série A encontrei: o lateral-direiro Maranhão (Coritiba), os zagueiros Manoel (Atlético-PR) e Preto (América-MG), os volantes Rodrigo (Fluminense), Diones (Bahia), Dudu (América-MG), Pituca (Atlético-GO) e Márcio Araújo (Palmeiras), os meias Bruno Thiano (Botafogo) e Maranhão (Bahia), e os atacantes Richely (Santos), Misael (Vasco), Anaílson (Atlético-GO) e Guilherme (Atlético-MG).

Na Série B desfilarão: Raí (lateral-esquerdo Portuguesa), Léo Silva (volante Americana), Jackson (meia ABC), Kaká (ASA), Bruno Chocolate (Icasa), Elionar (atacante ABC), Dutra (lateral-esquerdo Sport), Fábio Lopes (meia Icasa), Casagrande (Goiás), Jeferson (meia Paraná Clube), Douglas e Carlinhos (zagueiros Grêmio Barueri).

Bem, estes são maranhenses, mas nem vou relacionar a legião de bons jogadores que passam pelas nossas equipes e depois acabam brilhando lá fora. Muitos desses nomes que estão nesta pequena lista são bastante criticados e depois dão a volta por cima lá fora.

O problema é que aqui eles são mal aproveitados. Chegam completamente fora de forma. São lançados nas equipes e não rendem o esperado. Acabam logo dispensados.

Quero lembrar o exemplo recente do Bahia de Feira. O time comandado por Arnaldo Lira (ex-Sampaio) acabou de conquistar o título inédito de campeão baiano com um elenco formado por sete jogadores que estiveram aqui. Mas se estavam aqui porque não arrebentaram aqui?

É muito fácil explicar. O Bahia de Feira inicou a sua preparação para o Campeonato Baiano ainda no fim do ano passado. A equipe trabalhou muito até conquistar o título em maio. Aqui, os clubes são montados pertinho do início das competições, os jogadores não rendem aí o resultado todo mundo já sabe. Improviso não combina com futebol!

Faço questão de abordar este assunto agora porque é bastante oportuno. A tabela do Campeonato Brasileiro Série D foi divulgada ontem e até agora o Sampaio, nosso único representante na competição não tem o time totalmente definido. Nos outros anos foi assim também, sem a base definita o clube teve que correr e às pressas acabou não alcançando o resultado esperado.

Que fique bem claro que não é por falta de MATERIAL HUMANO, mas sim por falta de um planejamento correto que o nosso futebol está no fundo do poço.

Colaborou na pesquisa o estudante de radialismo Bruno Alves

4 comentários para "O que falta???"

  • Dalvino Barbosa Lima Filho

    Falta só profissionalismo material humano nós temos e de sobra.Você citou uma lista que daria uma seleção para encarar qualquer clube brasileiro.
    Eu particularmente sou pai de um jogador , lateral esquerdo Rômulo que começou no MAC,foi revelado para o Brasil na Copa SP 2008.Foi contratrado pelo Atlético MG,passou 2 anos onde conquistou vários Títulos nas categorias de base. Foi contratado no inicio de 2010 pelo Botafogo RJ, Não teve muia sorte pois sofreu uma séria contusão que o afastou dos gramados por 8 meses,mais que recuperado no inicio de 2011,acaba de ser Campeão da Taça guanabara está ainda adquirindo ritmo de jogo mais certamente no futuro será um dos destaques do Futebol brasileiro.Para comprovar o que estou falando e até para a imprensa maranhense conhecer um pouco do Rômulo estou enviando Links com Curriclo dele.
    http://www.youtube.com/user/dalvinob#p/a/u/2/kRnhLCHCdDk
    http://www.youtube.com/user/dalvinob#p/a/u/1/mPLAN3Owwp4
    http://www.youtube.com/user/dalvinob#p/a/u/0/C4hNDVlBXo8

  • Dalvino Barbosa Lima Filho

    Falta só profissionalismo material humano nós temos e de sobra.Você citou uma lista que daria uma seleção para encarar qualquer clube brasileiro.
    Eu particularmente sou pai de um jogador , lateral esquerdo Rômulo que começou no MAC,foi revelado para o Brasil ca Copa SP 2008.Foi contratrado pelo Atlético MG,passou 2 anos onde conquistou vários Títulos nas categorias de base. Foi contratado no inicio de 2010 pelo Botafogo RJ, Não teve muia sorte pois sofreu uma séria contusão que o afastou dos gramados por 8 meses,mais que recuperado no inicio de 2011,acaba de ser Campeão da Taça guanabara está ainda adquirindo ritmo de jogo mais certamente no futuro será um dos destaques do Futebol brasileiro.Para comprovar o que estou falando e até para a imprensa maranhense conhecer um pouco do Rômulo estou enviando Links com Curriclo dele.
    http://www.youtube.com/user/dalvinob#p/a/u/2/kRnhLCHCdDk
    http://www.youtube.com/user/dalvinob#p/a/u/1/mPLAN3Owwp4
    http://www.youtube.com/user/dalvinob#p/a/u/0/C4hNDVlBXo8

  • Paulo SJR

    Olha é simples de explicar, acontece que ficam batendo na mesma tecla, principalmente os Jornalistas esportivos daqui que iqual ao nosso futebol são fracos, fraquimmmmmm.

    Vou explicar, com esse nosso futebol pobre, pobre, pobre, o máximo que um jogador bom, digo bom ou craque, joga nesse futebol pobre, pobre e pobre é um ano, e olhe lá, se não negociam ele antes. Aqui com esse salário de 1 real e o cara é bom não fica, ou ele vai de graça, pois aí fora não dão valor para os formados na base daqui. ou algum empresario futuca no ouvido dele pra ele arranjar um meio de se mandar.
    O exemplo taí, o IAPE quando apareceu alguns jogadores mais ou menos o seu Pereirinha falava todos os dia nas radio, já estão no Cruzeiro e tal, o JV idem o Sampaio o presidente é doido pra negociar tiago miracema, Celio Codó etc. aqui só ficam os fracos, os pernas de pau ou os mais ou menos. como o Edgar, Cleo que ja foi e voltou, o Gabriel o Célio Codo, Thiago Miracema, e outros que rodam, rodam, rodam e voltam.
    Ai fica alguns, “não serve pra cá mais serve pra fora”. Como o autor dessa matéria, ele mesmo fala uma coisa, esse seu Zeca, e faz outra, no post do goleiro do MOTO, ele já anuncia com satisfação logo logo está em um grande time. Se le for bom não fica, papai! ficar a vida inteira ganhando merreca nesse futebol pobre, pobre, pobre!!! vão se catar, por isso, quando nosso futebol quando e echeiado de jogadores maranhense, o nível é fraco, pois o que ficam aqui são fraco. Não serve de base pra saber se o time tá pronto para disputar uma competição nacional, é os contratados são iguais os daqui, pois, pra receber 1,99 reais de salario só vem os pereba.

    Contratam um jogador de 20 mil, pra vocês verem a diferença, até no toque da bola, não é de hoje que assito jogo no Nhozinho e Castelão, eu sei de tudo. Imagina um de 50 mil.

    RESPOSTA: MAS QUEM DISSE QUE OS JOGADORES TEM QUE NASCER AQUI E MORRER AQUI. O QUE EU QUIS DIZER NO TEXTO ANTERIOR É QUE, SE TEMOS JOGADORES PARA A PRIMEIRA E SEGUNDA DIVISÕES, OS NOSSOS CLUBES DEVERIAM ESTAR LÁ, INCLUSIVE COM OS NOSSOS JOGADORES. ACHO QUE VOCÊ FEZ A LEITURA COMPLETAMENTE ERRADA.

  • Joaquim Aguiar

    QUANTO SE COMENTA AQUI SOBRE MODELO DE GESTÃO ,FUTEBOL EMPRESA ,CITA-SE EXEMPLOS DE OUTROS CLUBES APARECEM OS CRITICOS . O NOSSO GRANDE PROBLEMA É O MODELO DE GESTÃO DA FMF E DOS CLUBES . OS CLUBES MERGULHADOS EM DIVIDAS ,NÃO BUSCAM SANEAR ,LIMPAR SEUS NOMES PARA QUE POSSAM FIRMAR CONTRATOS COM GRANDES PATROCINADORES . FICAM ESPERANDO AJUDAS DOS GOVERNOS ,NÃO TEM PROJETOS PROPRIOS . TODO ESTE CONJUNTO INVIABILIZA O FUTEBOL FAZENDO COM QUE OS CLUBES NÃO CONSIGAM MONTAR GRANDES EQUIPES SEGURAR NOSSOS VALORES . ESTE É O NOSSO PROBLEMA E NÃO VEJO INDICIOS DE MUDANÇAS.