Se fosse no futebol…

Em tempo…

A direção do Teatro Arthur Azevedo lamenta o episódio ocorrido na noite desta sexta-feira (6), quando uma pessoa que ocupava cadeira na galeria jogou um saco com fezes na área da platéia, sujando uma pessoa. O culpado, apesar das buscas da direção, não foi encontrado porque as luzes são apagadas no momento da apresentação.

A direção do TAA repudia o ato de vandalismo contra o público e a casa de espetáculo, um dos patrimônios arquitetônicos e artísticos de São Luís. O teatro passa por processo de limpeza e desinfecção na manhã deste sábado (7).

Foi registrado boletim de ocorrência e a polícia está investigando o caso. Em respeito ao público, os ingressos foram devolvidos.

Pois é gente… Se fosse no futebol já teria virado um grande escândalo.

Seja o primeiro à comentar em "Se fosse no futebol…"