Sedel quer padronizar arbitragem do JEMs

Técnicos e árbitros de basquete participam, nesta quinta-feira (5), de um curso sobre regras de basquete. O encontro será realizado na sede da Secretaria de Esporte e Lazer (Sedel), localizada no bairro Outeiro da Cruz, a partir das 14h.

O objetivo do evento é atualizar e padronizar os critérios de interpretação das marcações dos árbitros que serão utilizadas na edição deste ano dos Jogos Escolares Maranhenses (JEMs). Isso porque, recentemente, houve algumas mudanças nas regras da modalidade, o que torna necessária a realização do curso.

“O objetivo deste curso é melhorar a qualidade de quem vai trabalhar nos JEMs 2011. É preciso que árbitros e técnicos tenham o mesmo entendimento das regras para estabelecermos uma padronização durante a competição”, explicou o coordenador de basquete dos jogos, professor Fabio Ubiratan.

Durante o curso, técnicos e árbitros vão tomar conhecimento dos regulamentos da competição (geral e específico) e serão orientados sobre os critérios utilizados pela Confederação Brasileira de Basquete (CBB) em relação à interpretação da marcação individual no JEMs 2011.

Com relação ao basquete, a Sedel definiu que as competições da modalidade serão realizadas no ginásio do Uniceuma I. O JEMs, a maior competição esportiva do Estado começará no sábado (7), com a abertura da Etapa Metropolitana.
 
Forma de disputa

A edição deste ano dos JEMs passou por algumas mudanças com relação à forma de disputa. Serão quatro fases: Metropolitana/Municipal, Regional, Inter-Regional e Estadual. A intenção da Sedel é melhorar o nível da competição e reduzir as despesas das prefeituras.

Outra mudança significativa, este ano, é que a fase decisiva (estadual) das modalidades coletivas e individuais ocorrerá em dois períodos para se adequar ao calendário de competições das Olimpíadas Escolares. Em agosto, serão realizadas as finais da categoria Infantil (de 12 a 14 anos). De setembro a outubro, as finais da categoria Infanto (de 15 a 17 anos).

As informações são da Sedel.

Seja o primeiro à comentar em "Sedel quer padronizar arbitragem do JEMs"