Copa de 2014 criará 730 mil novos empregos

A presidente Dilma Rousseff afirmou na edição desta terça-feira (15), da coluna semanal “Conversa com a Presidenta” que a Copa do Mundo de 2014 vai criar cerca de 730 mil novos empregos. A coluna de Dilma é uma nova versão do “Presidente Responde”, lançado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para publicação em jornais.

“O Mundial vai contribuir para o nosso projeto de desenvolvimento, gerando empregos e aumentando a renda do trabalhador. Estimamos que serão criados 330 mil novos empregos diretos e 400 mil temporários”, afirmou, em resposta à pergunta de um leitor sobre a capacidade de o Brasil sediar o evento com sucesso.

Segundo a presidente, a Copa deve trazer ainda 600 mil turistas e investimentos de R$ 33 bilhões em infraestrutura. “O evento tornará o Brasil uma vitrine internacional – esperamos receber cerca de 600 mil turistas. No setor de infraestrutura, os investimentos chegarão a R$ 33 bilhões, com 68% de participação do governo federal.”

Segundo ela, os recursos serão utilizados para modernizar aeroportos e portos, e beneficiarão as áreas de segurança e atendimento à saúde.

Dilma também afirmou que o Brasil será capaz de realizar as obras necessárias para o campeonato mundial e lembrou a África do Sul, que sediou a Copa no ano passado.

“Quanto às preocupações, lembro que durante a Copa das Confederações, realizada na África do Sul apenas um ano antes da Copa do Mundo, dizia-se que o país não conseguiria realizar as obras necessárias a tempo. No entanto, o Mundial foi considerado um sucesso”, disse.

G1 (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

Seja o primeiro à comentar em "Copa de 2014 criará 730 mil novos empregos"