A melhor notícia do dia…

Fiquei feliz com uma notícia que soube nesta tarde.

Foi o seguinte…

Em novembro de 2010 a Caema realizou uma Campanha de Cadastro para Doadores de Medula Óssea, com a finalidade de ajudar as 1.200 pessoas que se encontram na fila para transplantes no Brasil, dentre elas o garotinho Kaio Cardoso de Souza, de 3 anos, filho de Kamila e Klécius Ribeiro, ele colaborador da Companhia.

Com a campanha “Seja um Doador de Medula Óssea”, que durou duas semanas, a Caema conseguiu cadastrar cerca de 700 novos doadores.

O Kaio foi assunto de várias reportagens em Fortaleza, São Luís e Aracaju. A família vinha travando uma verdadeira batalha pela vida da criança, tentando por meio de campanhas na mídia, no corpo a corpo e panfletagem nas ruas para encontrar um doador compatível.

O número de doadores cadastrados no Brasil é de 1,6 milhão, muito pouco se for considerado que a compatibilidade no país é de um para cada 100 mil doadores.

Muito feliz e chorando de emoção, Kamila, mãe do Kaio ligou, nesta sexta-feira (18), e enviou e-mails para familiares, amigos e conhecidos dando a notícia de que o doador do seu filho foi encontrado em Curitiba (PR). “Encontramos o doador do Kaio, estamos muito felizes e emocionados. Gostaríamos de agradecer a todos que de alguma forma nos ajudaram, rezando, dando força, se cadastrando, enfim, sendo uma peça fundamental para a cura do nosso príncipe. Obrigada a todos, de coração! Agora é só pedir a Deus que tudo dê certo e ter fé que, em breve, o nosso Kaio estará totalmente curado”, disse.

Há pouco mais de um ano, o garoto foi diagnosticado com anemia aplástica, doença que impede a medula óssea de produzir em quantidade suficiente, os glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas. Desde esse tempo ele vinha fazendo tratamento, sendo monitorado diariamente com exames de sangue. A cada sete dias fazia transfusão para sobreviver. Mesmo respondendo bem ao tratamento, ele necessita urgente de um transplante de medula óssea.

Na próxima semana, Kaio e seus pais seguirão para Curitiba, para a realização dos exames necessários ao procedimento.

A Caema agradece a todos que se envolveram nesse caso (órgãos do governo, imprensa, Hemomar, fornecedores, colaboradores e familiares, profissionais de saúde, órgãos de classe e do Poder Público e a sociedade em geral, que ajudaram tornando possível a realização da Campanha.

As informações são da Secom

Seja o primeiro à comentar em "A melhor notícia do dia…"