Futebol no primeiro mundo

O volante Gennaro Gattuso, do Milan, desculpou-se, nesta quarta-feira, pelo seu comportamento na partida na qual o time italiano foi derrotado pelo Tottenham por 1 a 0, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões.

O jogador se desentendeu com o segundo treinador do time inglês, Joe Jordan, durante a partida e após o fim do confronto no estádio San Siro. Ex-jogador escocês, Jordan atuou no Milan no início dos anos 80. Nos minutos finais, Gattuso ainda trocou agressões com Peter Crouch, autor do gol do Tottenham, e levou um cartão amarelo, o que o afastará da partida de volta.

Durante a segunda metade da partida disputada nesta terça, Gattuso encarou Jordan e agarrou-o pelo pescoço. Longe de acalmar os ânimos, a tensão aumentou após o apito final. Depois de tirar a camisa, o volante do Milan se dirigiu ao banco do Tottenham, voltou a encarar Jordan e deu uma cabeçada no auxiliar técnico.

– Perdi a cabeça e assumo toda a responsabilidade porque fiz algo que não devia – disse o jogador à imprensa italiana.

Veja a galeria de fotos da agressão de Gattuso

Porém, a Uefa estudará os relatórios oficiais do jogo para abrir expediente disciplinar contra Gattuso. A entidade espera ter o relatório do árbitro francês Stéphane Lannoy e do delegado da partida, o belga Fernand Meese, antes de tomar medidas disciplinares.

Leia mais no Globoesporte.com

Seja o primeiro à comentar em "Futebol no primeiro mundo"