Clube do Sul defende mudança na Série C

A Série C do Campeonato Brasileiro tem que deixar de ser um torneio e se tornar uma competição mais longa. Pelo menos essa é ideia de quem comanda o Grêmio Esportivo Brasil. Os dirigentes do time da Baixada, que há anos virou um dos protagonistas dessa divisão do futebol nacional, querem aumentar a fase dos pontos corridos, pois consideram que desta forma a luta pelo acesso seria mais justa, e ainda iria privilegiar o planejamento do clube na hora de montar uma estratégia para disputa.

A ampliação do calendário é um desejo antigo do Brasil e já vem sendo discutida há algum tempo nos bastidores do clube. A novidade é que agora a questão ganhou força com a adesão da SER Caxias, que também sonha com a uma sequência maior de jogos na Série C e decidiu encorpar o coro Xavante na luta pela alteração do regulamento.

Em um encontro em Porto Alegre, na tarde desta terça-feira, o Diretor de Futebol do rubro-negro, Cláudio Montanelli, e o Vice-presidente do time da serra, Rudimar Pontalti, começaram a agir. Eles se reuniram com o Presidente da Federação Gaúcha de Futebol (FGF), Francisco Novelletto, e pediram o apoio da entidade estadual para pleitear a reivindicação junto à Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

A proposta dos dirigentes é de que a competição nacional comece com apenas duas chaves de dez clubes (algo como Norte/Nordeste e Sul/Sudeste e Centro-oeste), onde cada equipe jogaria 18 partidas na primeira fase, em vez de somente oito como aconteceu nos últimos anos. Dessa forma, se classificariam os quatro primeiros colocados de cada grupo e os dois últimos seriam rebaixados. A fase seguinte continuaria do mesmo formato, ou seja, com um mata-mata definindo os acessos. Os meses de início e término do campeonato, que vai de julho a novembro, também seriam mantidos.

“ Nós acreditamos que um calendário maior justificaria o alto investimento que é feito para a Série C. Além disso, dessa forma manteríamos o time por mais tempo em atividade, favorecendo o torcedor e, consequentemente, o próprio clube”, destacou Montanelli.

Francisco Novelletto prometeu encaminhar a proposta dos gaúchos à CBF ainda nesta semana. Mas ele não quis arriscar um prazo para que entidade máxima do futebol brasileiro responda a solicitação de rubro-negros e grenás.

Agência Futebol Interior

Seja o primeiro à comentar em "Clube do Sul defende mudança na Série C"