Empate foi ruim para os dois

Pode-se dizer que JV Lideral e Sampaio reeditaram o filme “Tropa de Elite”. Tanto os comandados do Capitão [Sandow] Feques quanto os do Capitão [Arnaldo] Lira fizeram uma partida de muita estratégia. De muito equilíbrio. As duas equipes se estudavam muito dentro do perímetro do campo de jogo. E de tantas orientações estratégicas vindas de fora de campo, faltou mesmo os “soldados-jogadores” acertarem a pontaria. E sem a bola chegar ao alvo pré-determinado, o gol, o placar do confronto entre JV Lideral e Sampaio não saiu do 0 a 0.

Com o resultado, os dois representantes maranhenses chegaram aos 8 pontos e estão na liderança do Grupo A3, do Campeonato Brasileiro da Série D. No entanto, o Guarany-CE também poderá chegar aos 8 pontos caso derrote o Flamengo-PI, em Sobral.

Assim, a decisão dos dois times classificados para a segunda fase da Quarta Divisão ficará mesmo para o próximo domingo. Na última rodada, o Sampaio recebe o Guarany-CE, finalmente no Estádio Nhozinho Santos, enquanto o JV Lideral viaja para Teresina para enfrentar o Flamengo-PI.

Os dois times maranhenses precisam apenas vencer seus compromissos para avançarem na competição nacional.

Sinopse

JV Lideral e Sampaio se prepararam durante uma semana para este confronto. Trabalharam duro para que a vitória neste sábado acontecesse. Isso porque, o vencedor do jogo ficaria muito próximo da classificação para a próxima fase da Série D.

E foi por isso, que o atacante Toninho ignorou a contusão que sofreu contra o Guarany-CE e foi para frente da tropa do JV. Mesmo não estando em sua melhor forma física, o “soldado-atacante” foi para o campo de batalha. Ele era a esperança do Trator do Camaçari.

Enquanto isso, o Capitão Lira tinha à disposição todo o esquadrão tricolor que goleou o Flamengo-PI, na cidade de Codó. Nesse contexto, JV Lideral e Sampaio entraram em campo.

Tropa de Elite no Frei Epifânio – parte 1

Objetivo: vencer. Com essa palavra em mente, JV Lideral e Sampaio foram para o jogo. E a partida começou muito equilibrada. Os dois treinadores armaram suas equipes de maneiras opostas. Os comandados do Capitão Feques tomaram a iniciativa do jogo. Sem êxito. Em contrapartida, o Capitão Lira armou a tropa tricolor para usar e abusar dos contra-ataques. Em vão. As duas defesas eram melhores que os ataques.

Jeferson arriscou para o JV. Célio Codó respondeu para o Sampaio. Nada de gol. A marcação era o retrato do jogo. Foi então que o JV iniciou ofensiva de forma aérea.

Aos 23, Vagno Pereira cruzou na cabeça de Valdanes. A cabeçada foi defendida por Rodrigo Ramos. Na sequência, foi a vez de Jeferson colocar na cabeça de Toninho. A bola vai para fora. A artilharia pesada do Trator do Camaçari não estava calibrada.

O Sampaio respondeu aos 35. Léo chutou forte, mas a bola foi pela linha de fundo. E foi isso nos primeiros 45 minutos da batalha, para lamentação do Capitão Lira.

– A gente dominou o JV. Tá faltando ser mais agudo no ataque – disse o técnico do Sampaio.

Tropa de Elite no Frei Epifânio – parte 2

O segundo tempo começou com o JV Lideral tendo mais domínio territorial. No entanto, o Trator do Camaçari errava no momento de decisão.

O Sampaio, por sua vez, se segurava. Segurava o ímpeto dos adversários. Após uma tímida pressão do JV nos primeiros minutos da etapa final, o time tricolor se arrumou em campo. Começou a se organizar. E de tanta organização, o Sampaio começou a atacar. Sem direção.

O jogo ficou cada vez mais tenso. Mais pegado. As entradas violentas começaram a aparecer. Agora sim, o campo do Frei Epifânio parecia um campo de batalha. E para a violência, um remédio: cartões vermelhos. Foram cartões para as duas equipes.

O primeiro para Vagno Pereira. O segundo, para Eloir. Com dez “soldados” de cada lado, o campo parecia ter ficado maior. As estratégias eram uma só: atacar para vencer.

O JV até tentou seguir a estratégia. Em vão. O Sampaio parecia ter aproveitado melhor a nova estratégia. Atacou. Insistiu. Criou chances. Desperdiçou todas. E o zero não saiu do placar. Fim do “Tropa de Elite”: JV 0 x 0 Sampaio.

Classificação

1. Sampaio Corrêa-MA – 8 pontos
2. JV Lideral-MA – 8 pontos
3. Guarany-CE – 5 pontos
4. Flamengo-PI – 2 pontos

Por Paulo de Tarso Jr.

Seja o primeiro à comentar em "Empate foi ruim para os dois"