Atacante é penhorado para pagar dívida de time

O atacante Marcelo Toscano, do Paraná, vive uma situação inusitada em sua carreira. Os direitos econômicos do jogador foram penhorados pela Justiça, para pagamento de uma dívida do clube com o volante Pierre, do Palmeiras.

Pierre cobra um pagamento de cerca de R$ 270 mil, relativos à sua transferência para o Palmeiras, ainda em 2006. A decisão da penhora do passe de Toscano saiu nesta terça-feira, promulgada pelo juiz Anderson Ricardo Fogaça, do 20º Ofícil Cível de Curitiba.

O departamento jurídico do Paraná não quis se pronunciar sobre o assunto, dizendo apenas que não foi notificado da decisão. Agora, se Toscano for negociado, a quantia de R$ 270 mil já seria debitada para Pierre.

O Paraná ainda tem 63 ações trabalhistas em tramite no Tribunal Regional do Trabalho. Recentemente, o Sindicato dos Empregados em Entidades Culturais, Recreativas, de Orientação e Formação Profissional do Paraná pediu uma intervenção do Ministério Público do Trabalho no clube. O motivo seriam as constantes reclamações de funcionários do Tricolor quanto aos atrasos salariais.

Agência Futebol Interior

Seja o primeiro à comentar em "Atacante é penhorado para pagar dívida de time"