A arte de ouvir e de saber quando se deve falar…

Nós somos obrigados a escutar cada coisa. O técnico Arnaldo Lira em uma de suas “pregações” disse ao repórter Emanoel Ribeiro, em entrevista à Rádio Mirante AM que, no futebol é preciso persistir. Isso mesmo. Acreditar é preciso!

A fala do treinador é completamente diferente da sua prática. Enquanto ele diz que é preciso persistir e insistir, ele mexe em meio time do Sampaio para o jogo com o Flamengo-PI. Depois não quer aceitar as críticas de imprensa e torcedores. Erros todos nós cometemos. Porque não? Afinal, somos humanos.

Até entendo que Arnaldo Lira esteja sendo obrigado a mexer no time por imposição de dirigentes, mas daí falar como se a crônica esportiva estivesse tentando interferir no dia-a-dia do clube é no mínimo uma posição incoerente. Nâo é a imprensa que tira ou coloca este ou aquele jogador no time. Os fatos estão aí. Todo dia Lira coloca um time em campo, e tirando os problemas de expulsões, o treinador do Sampaio parece não saber bem quem são os seus titulares. E olha que trouxe para cá quem bem quis.

Incoerência também é ouvir o treinador do time de maior torcida do Maranhão dizer que o Célio Codó tem que se preparar pensando no Corinthians, Flamengo, São Paulo. Isto parece coisa de empresário e não de treinador de futebol. Treinador não deve se preocupar para onde vai este ou aquele atleta. Isto é com dirigente. Os papéis estão invertidos no Mais Querido.

Outro que não pode ouvir uma crítica é o presidente Sérgio Frota. Pelo fato de estar tirando dinheiro do bolso e colocando no Sampaio, ele só quer saber de elogios. Quando se critica este ou aquele jogador, logo ele corre para o rádio e começa a gritar. Ninguém conhece de futebol, só Sérgio Frota.

Paciência. Existem coisas que só um torcedor cego de paixão não consegue ver!

5 comentários para "A arte de ouvir e de saber quando se deve falar…"

  • Paulo

    Persistência no Sampaio é o que está faltando, após perder a Copa União o Sérgio Frota tinha que manter uma base e contratar alguns jogadores como Robson do Iape e outros, em uma competição de tiro curto, como essa da Série D. O time tinha que ter um entrosamento de meses, o Sampaio pode até ganhar do Flamengo e aí em um mata mata com o JV o time perde por falta de entrosamento e vaidade de alguns jogadores.

    RESPOSTA: É ISSO AÍ PAULO, VOCÊ TEM ABSOLUTA RAZÃO.

  • GISCARD JOAO NUNES

    INSISTIR TUDO BEM,MAIS COM TIME BOM E NÃO COM TIME RUIM. AQUELE TIME DA COPA UNIÃO ERA RUIM DE MAIS,ESSE E PIOR, O ERRO TA EM CONTRATAR MUITO E JOGADORES DE POUCA QUALIDADE O CERTO ERA TRAZER APENAS 4 MAIS DE QUALIDADE COMPROVADA.

  • Leonardo

    As alterações que o Arnaldo Lira fez foram certas!
    Tem que mudar o time mesmo,o Sampaio tem varios jogadores,
    e esses jogadores tem jogar tudo o que sabe.
    Recebem toda estrutura,salarios em dia,e a torcida vai aonde o Sampaio for.
    Vamos ganhar Sampaio!

  • JOÃO CARLOS

    É ZECA O TEMPO PASSA E TU AINDA CONTINUA O MESMO E VELHO TORCEDOR DO REBAIXADO.

  • Sérgio

    “Isto parece coisa de empresário e não de treinador de futebol.”
    Muito bem dito! Como se diz, utilizando um jargão popular: FALOU E DISSE!