Futebol está em ”estado de putrefação”, diz Américo

send_binaryCAQ6ADTWO novo presidente do Tribunal de Justiça Desportiva do Maranhão (TJD-MA), Antônio Américo Lobato, toma posse do cargo somente nesta sexta-feira (23), em solenidade que será realizada na sede da OAB, a partir das 19h. Mas em meio ao discurso de mudança na importância e dimensão do tribunal, Antônio Américo classificou o atual momento do futebol maranhense como um “estado de putrefação”.

Antônio Américo atribuiu os últimos acontecimentos do futebol local, em especial à decisão da CBF em colocar Sampaio e JV Lideral para jogar em Teresina pela segunda rodada do Campeonato da Série D, principalmente aos clubes. No entanto, o novo presidente do TJD-MA não eximiu a Federação Maranhense de Futebol (FMF) dos problemas no futebol.

Mesmo assim, Antônio Américo criticou severamente os times maranhenses afirmando que eles não conseguem incentivar o torcedor, principalmente após a inclusão de políticos nos comandos das equipes. Para o novo presidente do TJD-MA, estes novos integrantes dos times tiveram atuação “nefasta”.

– Há dois anos, em plena sessão do tribunal, eu externei que o futebol maranhense estava morto e só faltava enterrar. Agora, eu chego a afirmar que o futebol maranhense está em estado de decomposição. Está em estado de putrefação. A responsabilidade não passa só pela federação, mas como pelos clubes. Isso vem de muitos anos. O futebol maranhense começou a decair quando os políticos, todos de um modo geral, que resolveram se envolver no futebol maranhense. Essa ingerência política foi nefasta para o futebol maranhense. Com esses clubes que temos aqui, não há nenhum incentivo ao torcedor.

Sampaio x JV em Teresina

Ao atribuir culpa a clubes e federação pelos episódios no futebol maranhense, Antônio Américo teve de citar o jogo entre Sampaio e JV Lideral do próximo domingo, na cidade de Teresina. Para o novo presidente do tribunal, a FMF se omitiu no caso. Isso porque, segundo ele, a FMF poderia ter informado ao TJD-MA sobre a situação dos problemas com os laudos dos estádios.

Para completar seu argumento, Antônio Américo se baseou no Artigo 23 do Estatuto do Torcedor. Segundo o artigo “a entidade responsável [que no caso seria a FMF] pela organização da competição apresentará ao Ministério Público dos Estados e do Distrito Federal, previamente à sua realização, os laudos técnicos expedidos pelos órgãos e autoridades competentes pela vistoria das condições de segurança dos estádios a serem utilizados na competição”.

– A responsabilidade é dos clubes, mas a federação também tem sua parcela de contribuição porque acredito que ela não vem cobrando dos clubes com maior intensidade. Até porque estes laudos têm que serem apresentados pro Ministério Público. A responsabilidade é do clube. A federação tem de cobrar e fiscalizar e cobrar os clubes. Se o fez, e os clubes assim não fizeram, o clube tem que arcar com a responsabilidade dele e pagar os custos. A federação também pode encaminhar para o TJD informando que o clube não cumpriu porque tem penalidades – explicou.

Reportagem e foto de Paulo de Tarso Jr

Uma resposta para "Futebol está em ”estado de putrefação”, diz Américo"

  • FRANCISCO GAGLIANONE

    QUE O ATUAL FUTEBOL MARANHENSE ESTÁ EM “ESTADO DE PUTREFAÇÃO” ISSO EU VENHO FALANDO HÁ MUITO TEMPO, NÃO É NENHUMA NOVIDADE, SÓ QUE VOU MAIS ALÉM, É UM CORPO INSEPULTO. ESPERO QUE O NOVO PRESIDENTE DO TJD, AJUDE A FAZER COM QUE ESSE FUTEBOL ASSIM COMO FÊNIX, RENASÇA DAS PRÓPIAS CINZAS, COMEÇANDO POR MANTER O MOTO NO LUGAR QUE LHE É DIREITO, QUE É DISPUTANDO A 2ª DIVISÃO DO FUTEBOL MARANHENSE.