Mano Menezes diz que não foi procurado pela CBF

Cotado para assumir o lugar de Dunga, o técnico Mano Menezes, do Corinthians, negou nesta terça-feira que tivesse sido procurado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para assumir a seleção. Em nota divulgada pelo Timão nesta tarde, o treinador informou que não teve qualquer contato com membros da entidade e que continua exercendo sua função no clube do Parque São Jorge.

No mesmo texto, o presidente do Corinthians, Andrés Sanches, garante que nunca conversou com o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, sobre a escolha do novo treinador. O mandatário alvinegro foi o chefe da delegação brasileira na Copa do Mundo da África do Sul e teria dado boas informações sobre Mano Menezes.

O nome do técnico corintiano, aliás, ganhou mais força nos últimos dias, principalmente depois que Luiz Felipe Scolari assumiu o comando do Palmeiras. O pentacampeão sempre foi o favorito a assumir a vaga, mas disse que cumpriria o compromisso assumido com o Verdão. Muricy Ramalho, do Fluminense, é outro em alta.

Em entrevista à TV Globo, Ricardo Teixeira revelou que o novo treinador da seleção brasileira será anunciado até domingo. No dia 10 de agosto, o Brasil faz o primeiro amistoso após a Copa, contra os Estados Unidos, em Nova Jérsei.

Leia mais no Globoesporte.com

Seja o primeiro à comentar em "Mano Menezes diz que não foi procurado pela CBF"