Milan já admite se desfazer de Ronaldinho

ronaldinhogaucho_afp30A um ano do fim de seu contrato com o Milan, Ronaldinho está perto de encerrar sua história no clube italiano. Segundo publica nesta terça o jornal “Gazzetta dello Sport”, a cúpula rossonera, encabeçada pelo vice-presidente Adriano Galliani, já está convencida de que perder o jogador agora é uma boa ideia.

Resta a Galliani, entretanto, convencer ninguém menos que o dono do clube, Silvio Berlusconi, de que será vantajoso se desfazer do craque. Berlusconi é e sempre foi um dos maiores entusiastas de Ronaldinho dentro do Milan. Roberto Assis, irmão e empresário do craque dentuço, é aguardado nos próximos dias em Milão.

Ainda de acordo com a “Gazzetta”, a saída de Ronaldinho pode gerar uma economia de até € 16 milhões ao clube, entre salários e valor pago pela rescisão. A quantia pode ser empregada para contratação de reforços. Ibrahimovic e Luis Fabiano seriam os sonhos de consumo.

Flamengo, Los Angeles Galaxy e Olympiacos seriam as opções

Além do Flamengo, outros dois clubes estariam de olho em Ronaldinho Gaúcho: o Olympiacos, da Grécia, e o Los Angeles Galaxy, dos Estados Unidos.

Uma saída para o Olympiacos seria a mais vantajosa para o Milan, uma vez que os gregos pagariam até € 10 milhões pela rescisão do craque. O Flamengo, por sua vez, ficaria em desvantagem neste aspecto, já que pagaria ao Milan um valor em parcelas. Por fim, o jornal lembra que o Los Angeles Galaxy, por conta das regras da liga americana, não faz altos investimentos em contratações e teria uma proposta mais baixa que a dos gregos.

Se jogar mais esta temporada pelo Milan, Ronaldinho poderá sair do clube a custo zero a partir de junho de 2011. O argumento é o que mais pesa para que o “rossonero” estude uma saída do craque agora.

Globoesporte.com

Seja o primeiro à comentar em "Milan já admite se desfazer de Ronaldinho"