Holanda

vanpersiebertvanmarwijk_get30 Um comentário feito pelo atacante Robin van Persie ao técnico Bert van Marwijk ao ser substituído na vitória contra a Eslováquia, na segunda-feira, criou um mal-estar entre  jogadores da seleção holandesa. O canal de televisão holandês “NOS” revelou, baseando-se na leitura labial, que o atacante reclamou com o treinador: “Não era eu que tinha de ser substituído, mas sim o Sneijder”.

Van Persie, que estava pendurado com um cartão amarelo, foi substituído por Huntelaar aos 35 minutos da etapa final da partida contra os eslovacos. O atacante, ao se aproximar do banco, olhou para Van Marwijk com cara de poucos amigos. Quatro minutos depois, Sneijder marcou o segundo gol da equipe, praticamente assegurando a classificação holandesa para as quartas de final.

Embora não tenha negado o comentário, o jogador do Arsenal garantiu que não fez referência a Sneijder e nem a qualquer outro companheiro.

– Não disse nenhum nome em particular. Fiquei chateado porque acho que eu poderia aproveitar os espaços deixados pelos eslovacos nos últimos minutos. Não disse nada de ruim ao treinador, nada que pudesse causar danos ao grupo – assegurou.

O técnico, no entanto, pediu a Van Persie que conversasse com Sneijder depois do jogo para esclarecer a situação.

– A conversa tinha o objetivo de enterrar a história para nos concentrarmos exclusivamente no Brasil – explicou Van Marwijk.

Globoesporte.com

Seja o primeiro à comentar em "Holanda"