A missão do Arlindo

A missão do técnico Arlindo Azevedo não será fácil no MAC. Após a goleada por 4 a 1 para o Moto, o treinador atleticano terá muito trabalho para recolocar o trem outra vez no trilho. Vai ser preciso muita conversa.

Se do meio-campo para a frente as coisas pareciam “arrumadinhas”, na defesa, o MAC foi um desastre. Ninguém se entende. Até mesmo os mais experientes (Raimundão e Raimundinho) demonstraram muita intranquilidade.

Em três jogos, o Maranhão levou oito gols. Uma média de quase três gols por partida. Para piorar a situação, nos três, o MAC largou na frente mas não soube segurar a vantagem. Seria a pouca experiência?

Bem, mas isso é coisa para o Arlindo Azevedo  resolver. Ele já deve estar buscando uma resposta para tudo que aconteceu neste domingo. Mas Azevedo não terá muito tempo para pensar. Na próxima quinta-feira, o Maranhão receberá o JV Lideral que realizou dois jogos até aqui e conquistou duas vitórias.

Seja o primeiro à comentar em "A missão do Arlindo"