Maranhão perde na prorrogação

maranhao121209blog

Foi uma estreia com cara de final. Maranhão e Espírito Santo abriram agora há pouco, na praia de Jacareípe, em Serra-ES, o Campeonato Brasileiro de Beach Soccer. E os donos da casa levaram a melhor e venceram por 4 a 3.

Com o resultado, o Maranhão terá a obrigação de vencer o Ceará, neste domingo, às 7h30 (horário local) para continuar sonhando com o título de bicampeão brasileiro.

O Espírito Santo abriu o placar no 2º tempo. Bruno Xavier cobra falta no campo de defesa, o goleiro maranhense Jairo pula atrasado e a bola passa por baixo do seu corpo: 1 a 0.

O gol de empate do Maranhão sai também numa cobrança de falta. Juninho chuta, o goleiro Robertinho larga, a defesa capixaba não chega e DDI faz 1 a 1.

Com o gol de empate, o Maranhão começa a dominar a partida até virar o placar, outra vez, de bola parada. Wellington chuta forte, a bola vai no ângulo direito sem chance para o goleiro Robertinho: 2 a 1.

A partida segue com a marcação de faltas e mais faltas e muita reclamação dos técnicos e jogadores das duas equipes.

Bruno Xavier empata o jogo para o Espírito Santo no 3º tempo, também de bola parada. Na sequência, Bruno Marias é lançado por Buru, bate Wellinton e sai na cara de Jairo para virar o jogo: 3 a 2 Espírito Santo.

Faltando pouco mais de um minuto, o Maranhão empata o jogo com Rodrigo, na bola parada. No lance, Jorginho, do Espírito Santo é expulso pelo árbitro Ivo Santos, de Sergipe.

No lance seguinte, DDI tenta cavar uma falta, desta vez o paulista Wagner Rios expulsa o jogador maranhense.

Com apenas quatro jogadores na quadra, o jogo fica ainda mais nervoso e vai para a prorrogação.

O Maranhão perde a posse de bola, Bruno Xavier recebe e chuta por entre as pernas do goleiro Jairo. Era o 4º gol do Espíríto Santo e o gol da vitória capixaba por 4 a 3, a 8 segundos do final da prorrogação.

Foto: Eurico Pacífico

Seja o primeiro à comentar em "Maranhão perde na prorrogação"