Sozinho no barco

Sozinho na luta. Foi assim que o advogado Itamar Souza se sentiu após o julgamento de ontem à noite na Comissão Disciplinar que decidiu desclassificar o Moto da 2ª divisão do Campeonato Maranhense.

Nenhum outro “motense” ilustre apareceu. Nem mesmo o presidente Cleber Verde esteve lá, mas neste caso é fácil explicar. Esperar o que? A ausência foi a marca da administração Verde no Papão. Ele está de saída. Pena que não poderá nem apagar a luz. Até esta foi cortada por falta de pagamento.

Agora, Itamar espera conseguir pelo menos reunir os motenses para decidir se o clube recorrerá ou não.

Seja o primeiro à comentar em "Sozinho no barco"