Bola fora

O deputado Marcos Caldas deu entrada ontem, no requerimento junto à Mesa Diretora da Assembléia Legislativa para o início dos trabalhos da CPI da Bola que vai apurar os escândalos no futebol maranhense.

A má notícia é que o deputado Marcos Caldas, por fazer parte da Mesda Diretora não poderá participar da CPI.

Não entendo como é que alguém sugrere a criação de uma CPI e não pode participar diretamente dela. Pode até existir uma explicação jurídica, mas torcedor nenhum entenderá isso. É como se alguém fizesse o filho e outro pai tivesse que embalar. É assim que as coisas começam, não sei como terminarão.

Seja o primeiro à comentar em "Bola fora"