FBA de olho nas Séries “C” e “D”

A fim de evitar problemas futuros e já pensando na possibilidade de assumir comercialmente as Séries C e D, a diretoria da FBA, após reunião nesta ultima quarta-feira, dia 28, resolveu promover e aprovar algumas alterações em seu estatuto.

Atualmente, o estatuto limita em 20 o número de filiados e indica a participação na Série B como requisito para pedido de filiação. Hoje, a entidade conta com 18 filiados, e na hora de avaliar qualquer solicitação, esbarrava sempre nesta restrição.

Com a alteração, o número limite de filiados sobe para 30 e a FBA vai passar a absorver clubes das quatro divisões do futebol brasileiro, desde que o mesmo não esteja filiado à outra entidade esportiva, como por exemplo, o Clube dos 13.

– Já que o problema é ter representatividade, acredito que essas duas simples alterações vão resolver a questão. Estamos abrindo pra que os participantes, principalmente da C, busquem filiação. A dificuldade da Série D é que a composição depende de uma competição classificatória, ou seja, os participantes flutuam com maior freqüência, mas, vamos estudar todos os casos, até porque, a nossa intenção é alcançar essa nova quantidade de filiados o mais breve possível – afirmou o Presidente da FBA, José Neves Filho.

As alterações propostas foram aprovadas de forma unânime e entram em vigor imediatamente a partir da publicação no Diário Oficial.

A distribuição dos filiados no Campeonato Brasileiro de 2009 é a seguinte:

3 na Série A – Avaí-SC, Náutico-PE e Santo André-SP;
4 na Série B – América-RN, Ceará-CE, Fortaleza-CE e Vila Nova-GO;
5 na Série C – CRB-AL, Criciúma-SC, Gama-DF, Marília-SP e Paysandu-PA;
4 na Série D – Anapolina, Ituano, Paulista e Santa Cruz.
2 não disputaram o Nacional da temporada – Remo-PA e São Raimundo-AM

Leia a reportagem de Allex Lourenço

Seja o primeiro à comentar em "FBA de olho nas Séries “C” e “D”"