Regulamento esdrúxulo da Série D

Um regulamento absurdo e esdrúxulo. Esta é a conclusão em relação ao Campeonato Brasileiro da Série D. O diretor técnico de competições da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Virgilio Elísio, afirmou oficialmente, ao Portal Futebol Interior, que o critério de desempate, das melhores equipes com índice técnico, é a somatória da pontuação de toda a competição.

“Nós já falamos disso antes, e, agora, voltamos a esclarecer. Os melhores serão definidos pela somatória de toda a competição, não somente na terceira fase da Série D”, afirmou Elísio.

Com o esclarecimento do regulamento – muito confuso por sinal -, Macaé e Chapecoense já estão classificados à quarta fase do Campeonato Brasileiro da Série D, por terem 17 pontos, na liderança da somatória de pontos. Outros times que estão perto da classificação pela vaga de índice técnico são: Tupi-MG, Cristal-AP e São Raimundo-PA.

Explicações

Chapecoense e Macaé já estão classificados, uma vez que jogam Macaé-RJ contra o Tupi-MG e o São Raimundo-PA pega o Cristal-AP. Com isso, dois Clubes já vão se garantir na disputa e estão eliminados da disputa do índice técnico.

Assim, se a Chapecoense perder seus dois jogos vai ficar com 17 pontos, podendo ser ultrapassado apenas por Macaé ou Tupi e Cristal ou São Raimundo. Mesmo caso dos cariocas, que só ficarão atrás da Chapecoense e de Cristal ou São Raimundo, mesmo se perderem os dois jogos.

Marmelada

Para que Cristal e São Raimundo se classifiquem é simples. Ambos os times podem “combinar” de cada um vencer a partida por 1 a 0. Assim, a decisão da vaga direta seria na cobrança de penalidades. Com isso, cada time chegaria aos 17 pontos e um passaria pelo índice técnico e outro pela vaga.

Isso aconteceria devido que apenas Macaé ou Tupi iriam ficar à frente dos times do Norte, mas como os dois times se enfrentam, um não ficará na briga pelo índice técnico.

Agência Futebol Interior

Seja o primeiro à comentar em "Regulamento esdrúxulo da Série D"