Moto goleia, mas fica fora da Série D

jjackblog.jpg

O Moto entrou em campo sob pressão. O time maranhense precisava vencer o São Raimundo, em São Luís, e torcer por um empate entre Tocantins e Cristal. A primeira obrigação o Papão fez com louvor: venceu o São Raimundo por 3 a 0. Já a segunda missão, não aconteceu: o Tocantins perdeu em casa para o Cristal por 2 a 1, resultado que eliminou o time maranhense do Campeonato Brasileiro da Série D.

O Moto empenhou-se durante os 90 minutos e conseguiu golear o São Raimundo, no Estádio Nhozinho Santos, por 3 a 0, com dois gols de Jack Jone e um de Fábio Ricardo. No entanto, o resultado não foi suficiente para garantir o rubro-negro na segunda fase da Série D.

Aos 3 mil torcedores que compareceram ao estádio, ficou o sentimento de que o Moto poderia ter chegado mais longe pelo que mostrou neste domingo. O time maranhense criou inúmeras chances de gol e o placar por 3 a 0 foi até pouco pelo o que o Moto jogou. No entanto, o rubro-negro deu adeus à competição e o São Raimundo, mesmo goleado, avança na Série D.

O time paraense terminou a primeira fase em primeiro lugar com 10 pontos. Com a vitória deste domingo sobre o Tocantins, o Cristal tem a mesma pontuação do São Raimundo, mas perde no saldo de gol (2 a 1). O Moto terminou em terceiro com 8 pontos e o Tocantins ficou na lanterna do grupo com apenas 5.

A eliminação do Moto da Série D significa, além da saída prematura do Papão da competição, a ausência do Moto no Campeonato Brasileiro do ano que vem.

Primeiro Tempo – Moto perde gols, mas fica em vantagem

Precisando da vitória, do Moto Club começou o jogo contra o São Raimundo a todo vapor. Mostrando disposição, o time maranhense não demorou muito e, aos 6 minutos, fez o torcedor soltar o grito de gol. Após boa jogada de Leomir pela direita, o jogador motense passou a bola para Jack Jone, que não perdoou. Na saída do goleiro Jackson, o “rei do gatilho” chutou no canto de Jackson que nada pôde fazer. Papão na frente do marcador: 1 a 0.

Era o jogo que a torcida esperava ansiosamente há muito tempo. O rubro-negro tomava conta do jogo e criava oportunidades claras para ampliar o placar. A principal delas ocorreu aos 12 minutos com o artilheiro Didi Cearense, que chutou a bola rente à trave do goleiro Jackson. Quase o segundo gol do Moto.

Mas o jogo era contra o já classificado São Raimundo que, aos poucos, se aventurou ao ataque. Aos 18 minutos, o time paraense por muito pouco não empatou com Déo Curuçá. Após vacilo do goleiro Fabiano, o atacante paraense chutou, mas atento, o zagueiro Diego evitou o empate quase em cima da linha. Moto continua na frente: 1 a 0.

O lance animou o São Raimundo que foi ao ataque, mas a bola não quis balançar às redes rubro-negras. No entanto, o Moto tratou de desanimar o time paraense. Aos 23 minutos, novo cruzamento de Leomir. A bola procurou Jack Jone e, de pé direito, o goleador empurrou pro gol, mudando o placar. Moto 2 x 0 São Raimundo.

O Moto fez com que o jogo ficasse fácil. E tanta facilidade fez o Papão criar inúmeras chances de ampliar. Após levantamento na área, a bola sobra para Daniel que carimba o travessão. Na sequência, Jack Jone perde duas oportunidades e o 2 a 0 para o Moto persiste no restante do primeiro tempo.

Segundo Tempo – Moto constrói goleada

A segunda etapa foi um jogo de ataque contra defesa. O Moto atacou durante os 45 minutos finais e foi completamente superior dentro de campo. Logo no início, Didi Cearense e Daniel Menezes tiveram a chance de ampliar o marcador, mas desperdiçaram as oportunidades.

Mas não demorou muito para o Papão fazer 3 a 0. Aos 6 minutos, após cruzamento de Leomir para a grande área, Fábio Ricardo dividiu a bola com o zagueiro Preto Marabá e a bola acabou entrando. O goleiro Jackson nada pôde fazer para evitar o terceiro gol.

Goleada amarga

Com a goleada já desenhada, o Moto teve que se preocupar com o resultado do jogo entre Tocantins e Cristal para ver se era possível se classificar. Isso porque o jogo em São Luís teve um atraso de 30 minutos devido à falta de ambulâncias no Nhozinho Santos.

No entanto, o resultado que os motenses esperavam não aconteceu. O Cristal venceu o Tocantins por 2 a 1 o que significou a desclassificação do Moto, antes mesmo do apito final em São Luís.

Aos 36, Kleberton, do São Raimundo, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso de campo, complicando a vida do time paraense. Moto 3 x 0 São Raimundo.

Apesar de ter um jogador a menos, o São Raimundo segurou o Moto e o placar ficou inalterado. Fim de jogo no Nhozinho Santos: Moto, eliminado da Série D, 3, São Raimundo, classificado para a próxima fase, 0.

Texto: Paulo de Tarso Jr./Imirante

4 comentários para "Moto goleia, mas fica fora da Série D"

  • DOMINGOS LOBATO

    CARO ZECA,
    A CULPA PELA NÃO CLASSIFICAÇÃO DO MOTO, FOI A INCOMPETENCIA DO SEUS DIRIGENTES. 1 DEMORARAM A MONTAR O TIME PA DISPUTA DO REFERIDO CAMPEONATO, 2. FIZERAM CONTRATAÇÃO ERRADA, TANTO OTECNICO QTO JOGADORES,NÃO SE PLANEJARAM ADEQUADAMENTE PARA DISPUTA.ISSO E UMA PROVA CABAL, QUE OS DIRIGENTES DOS TIMES MARANHENSES NÃO SABEM MONTAR TIMES P DISPUTA DESSE TIPO DE CAMPEONATO.

    DO MOTENSE.
    DOMINGOS LOBATO.
    BEQUIMÃO.

  • THIAGO

    AHAHHAAKKKKKK. EU FALEI PRO MOTO CLUBE CEDER A VAGA PARA O BEC. AHAHAHAHAAKKKK. OUTOR REBAIXAMENTO PARA O MOTO CLUBE. AHAHAKK. TIMECO. AHAHAKK. SO DEFAMA O FUTEBOL MARANHENSE. AHAHAK.. ESSES TIMECOS Q SO VIVEM DE PASSADO, COMEDIA PURA. AHAHAKK FURIA DO MEARIM”A MAIOR DO MARA”.

    RESPOSTA: MAS O BEC VAI MUITO MAL ATÉ NA TAÇA CIDADE TIAGO.

  • THIAGO

    AHAHHAAKKKKKK. EU FALEI PRO MOTO CLUBE CEDER A VAGA PARA O BEC. AHAHAHAHAAKKKK. OUTOR REBAIXAMENTO PARA O MOTO CLUBE. AHAHAKK. TIMECO. AHAHAKK. SO DEFAMA O FUTEBOL MARANHENSE. AHAHAK.. ESSES TIMECOS Q SO VIVEM DE PASSADO, COMEDIA PURA. AHAHAKK FURIA DO MEARIM”A MAIOR DO MARA”.

  • THIAGO

    MAS ZECA SOARES, O BEC TERIA FORMADO UM BOM TIME PRA DISPUTAR A NACIONAL DA SERIE D. O DINHEIRA IRIA ENTRAR. CHORA ZECA SOARES.TEU TIMECO MOTO CLUBE TA NA SEGUNDONA DO MARANHENSE. TIME DE PASSADO GLORIOSO, MAS SO O PASSADO, PQ O PRESENTE. HAHHAKKK FURIA DO MEARIM.”A MAIOR DO MARA”.