Rio Branco entre o céu e o inferno

O Rio Branco precisa somente de uma vitória para garantir vaga nas quartas-de-final do Campeonato Brasileiro da Série C. Para isso, o time acreano precisa somente vencer o Águia-PA, domingo, às 19 horas, na Arena da Floresta, pela última rodada do Grupo A. O Estrelão aparece na quarta colocação, com nove pontos, mas uma derrota pode decretar o rebaixamento à Série D de 2010.

Dessa forma, pode-se afirmar que o Rio Branco está entre o céu e o inferno nesta última rodada. Pensando em chegar ao céu, o técnico Everton Goiano está de olho em arrumar os erros decisivos do time na rodada passada, quando deixaria o Estrelão precisando somente de um empate para avançar.

O treinador poderá contar com o elenco quase completo. Durante esta semana, Juliano César, Neném e Ley foram liberados pelo departamento médico do clube. Outro que pode garantir vaga é mesmo o meia Testinha, mas ele ainda segue como dúvida, pois fará seu primeiro treinamento nesta sexta-feira. Outro que não tem a escalação confirmada é o zagueiro Jean Carioca, pois vive a mesma situação de Testinha.

Goiano adota mistério e cautela para escalar o Estralão, pois sabe que um erro pode custar não somente a vaga para as quartas-de-final, mas também um lugar na Série C de 2010. Assim, o Rio Branco vai a campo com: Douglas; Ley, Régis, Jean e Renatinho; Wendel, Ismael, Ronaldo Paulista (Neném) e Testinha; Rogério e Júlio Cesar.

Agência Futebol Interior

Seja o primeiro à comentar em "Rio Branco entre o céu e o inferno"