Luverdense vai para o tudo ou nada

O técnico campeão estadual Tarcísio Pugliesi é quem decide quem joga, mas o presidente do Luverdense, Helmut Lawisch e o diretor Edu Pasckoski, já “escalaram” um outro jogador que consideram imprescindível para ajudar o time a vencer o Rio Branco neste domingo, em casa, em jogo que pode decidir uma das vagas para a fase seguinte, ou, na pior das hipóteses, permanecer na Série C no ano que vem: o torcedor.

Uma grande campanha lançada nestas quarta-feira, que se estenderá até domingo, dia do jogo, com atrativos, redução de preços de ingressos, brindes, pode fazer do jogo Luverdense x Rio Branco, a partida com público recorde no Passos da Ema. “Esse é, talvez, o mais importante jogo para nosso time nesta Série C”, disse Helmut, que ganhou apoio do comércio e empresas locais, instalando diversos pontos de vendas de ingressos antecipados.

Treinos objetivos

O Luverdense folga na manhã desta quinta, mas se reapresenta à tarde para treinos táticos, com bola, correções e definição de jogadas de fundo – tem dois bons cabeceadores, Simeão e Paulinho Marília, aprimorando também investidas de contra-ataques. O técnico Pugliesi parece ter encontrado os substitutos de Ronaldo ( goleiro) e Felipe (meia), que estão fora por terem recebido o terceiro cartão amarelo: Cristiano e Butti, que volta a meia depois de atuar dois jogos na ala esquerda, avançado.

As contas

Para se manter na Série C, o Luverdense depende apenas de si, bastando vencer o Rio Branco. Para se classificar a situação depende de uma vitória e combinações de resultados, já que o Paysandu (11 pontos), o próprio Rio Branco (nove) e Águia (10) têm condições de conseguirem a vaga com maiores chances. Os quatro adversários fecham a última rodada, dia 2 de agosto, jogando entre si. O Luverdense (que tem oito) fecha neste domingo a tabela e aguarda os resultados.

Jorge Maciel – Futebolpress

Seja o primeiro à comentar em "Luverdense vai para o tudo ou nada"