Luverdense

O Luverdense seguiu na manhã desta sexta-feira, com a bagagem cheia de esperança para o jogo deste domingo, às 16 horas, contra o vice-líder Águia, com a certeza de que empatar é um péssimo resultado.

A classificação, cenário quase impossível nestas alturas, ainda não foi perdida de vista e o time comandado por Tarcísio Pugliesi, aliás, o responsável pela manutenção do clube na Série C deste ano e campeão estadual recentemente, vai para o tudo ou nada em busca da vitória. O Luverdense é lanterna da Chave A com quatro pontos.

Durante a semana, como vem fazendo desde a chegada de Ednilson, Pugliesi reforçou e insistiu no aprimoramento de lançamentos, escanteios, faltas e chutes a gol. Por duas vezes (na terça e quarta-feira), ele chegou a montar um esquema com Ednilson, Fabinho, Paulinho Marília e Júnior Rocha à frente: deu resultados na frente, mas o meio e a defesa ficaram desguarnecidos.

“Os jogadores treinaram muito e o preparador me disse que seria bom poupá-los de exercícios muito pesados. Acho que esse descanso ajudará no rendimento. Para o compromisso deste domingo contra o Águia, Tarcísio não deve mudar muito o estilo do time.

O Luverdense está na última colocação do Grupo A, com quatro pontos e deve entrar em campo com: Ronaldo; Marquinhos, Airton, Zé Roberto e Macaé; Butti, Bogé, Maico Gaúcho e Fabinho; Edenilson e Paulinho Marília.

Agência Futebol Interior

Seja o primeiro à comentar em "Luverdense"